Canais eróticos estão livres das cotas nacionais

A dúvida surgiu ontem, logo após a apresentação do diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel, no Fórum de Televisão promovido em São Paulo: afinal, a nova lei da TV paga também há de determinar cotas de produção nacional para os canais eróticos? Não, isso está fora de questão. Embora canais como o Sexy Hot tenham já algumas cenas do gênero na programação, parte disso vem de produções amadoras e até dão bom efeito à audiência. Mas o gênero em questão, acredita a Ancine, não contempla a expansão da cultura nacional, propósito maior das cotas agora exigidas em lei. Além disso, os canais adultos fazem parte de pacotes à la carte, o que já lhe assegura outros critérios.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2012 | 03h20

Da escola onde Zeca Diabo foi professor. Cleo Pires se recusou a mudar o desenho de suas sobrancelhas para viver uma matadora de aluguel em O Anjo de Alagoas, episódio da série As Brasileiras. Pega pesado, a moça. Mas, ao se livrar do figurino masculino exigido pelo ofício, revela surpreendente poder de sedução. A direção é de Tizuka Yamasaki: nesta quinta-feira, na Globo.

1.500 cenas, no mínimo, é o que a Globo contabiliza como as que apontaram questões sociais em suas novelas e séries em 2011. É o que se habituou chamar de 'merchandising social'

"Não diga Globo Terrestre, diga Record Terrestre" Piada do Pânico, com paródias de Edir Macedo e Paulo Henrique Amorim, em alusão à obsessão da Record em ser a Globo.

O Pânico promete não se conformar com o veto jurídico imposto por Silvio Santos para impedir que os humoristas do programa se aproximem do patrão ou façam imitações suas.

Antes de pensar em qualquer brincadeira capaz de reverter esse quadro, no entanto, o Pânico só tem mesmo o caminho jurídico a percorrer. A bola está com os advogados da Band e do grupo, na tentativa de se obter uma liminar, para só depois se tentar uma reaproximação do animador.

A estreia da série Ao Estilo de Candice, com Candice Olson, deu ao Discovery Home & Health o 2º lugar de audiência na TV paga entre mulheres de 18 a 49 anos no seu horário de exibição, em 24 de maio.

Mais interessante que isso, só contando que o Fox Sports, àquela altura em que o Home&Health caprichava no conteúdo luluzinha, obtinha o 1º lugar entre os canais pagos com jogo de futebol da Libertadores.

Em tempo: o canal Liv passa a se chamar Investigação Discovery, e não Discovery Investigation, como aqui foi dito.

Erick Jacquin, do La Brasserie, lidera a bolsa de apostas nos bastidores da gastronomia para protagonizar a versão brasileira do Kitchens Nightmares, que a Band pretende produzir para 2013. No exterior, o programa é apresentado pelo temperamental Gordon Ramsay.

Rafinha Bastos marcou 1.4 ponto de audiência na média de seu segundo programa na RedeTV! O patamar ainda é modesto, mas já é um avanço em relação à semana passada, embora o Ibope vá arredondar ambos para 1 ponto.

Tapas & Beijos virou Besos e Bofetadas em espanhol. A versão do seriado já frequenta o catálogo de vendas internacionais da Globo e enfeita o estande da Globo no Fórum de TV, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.