Campbell disse ter ganho 'diamante enorme' de Taylor, diz Farrow

A atriz Mia Farrow declarou nesta segunda-feira num tribunal de Haia sobre crimes de guerra que ouviu a modelo britânica Naomi Campbell dizer ter recebido um "diamante enorme" de Charles Taylor quando ele era presidente da Libéria.

REUTERS

09 de agosto de 2010 | 07h24

Campbell depôs na semana passada diante do Tribunal Especial para Serra Leoa e afirmou ter ganho "pedras que pareciam sujas" depois de um jantar beneficente na África do Sul, em 1997, mas não sabia se eram diamantes vindos de Taylor, que está sendo julgado em Haia por crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Em seu depoimento nesta segunda-feira, Farrow disse ter visto Campbell se unindo a um grupo de hóspedes num café da manhã depois do jantar, cujo anfitrião era o então presidente sul-africano Nelson Mandela, e que a modelo britânica imediatamente começou a relatar algo que ocorrera durante a noite.

"Ela disse que à noite tinha sido acordada por homens batendo à sua porta que lhe disseram ter sido enviados por Charles Taylor, e que eles lhe haviam dado um diamante enorme", declarou Farrow ao tribunal, acrescentando que Campbell estava "bastante empolgada" em relação a isso.

Farrow disse que Campbell comentou então que pretendia dar o diamante ao Fundo Nelson Mandela para Crianças, acrescentando que "foi uma espécie de momento inesquecível".

Promotores de Haia estão buscando ligação entre os diamantes e Taylor para provar alegações, que ele nega, de que recebia diamantes de grupos rebeldes de Serra Leoa e os usava para comprar armas.

(Reportagem de Aaron Gray-Block)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEHAIATAYLORFARROWCAMPBELL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.