Caminhos similares na mesa de debate

Paloma Vidal nasceu em Buenos Aires, mas aos dois anos já morava no Brasil. Em Mar Azul, livro que terminou há 15 dias, uma filha encontra os cadernos de anotações do pai morto e começa a reconstituir a história dos dois, argentinos que emigraram ao Brasil. Ela e Teju Cole se encontraram na Flip na tarde de sexta para falar sobre as coincidências entre suas trajetórias."A literatura é uma espécie de consolo para a condição de estar longe de casa", comentou Cole. Paloma falou sobre a dificuldade dos contemporâneos de ter algo novo a dizer sobre lugares. A política também apareceu na conversa. "Os anos Bush foram desastrosos, tempos difíceis, e não acho que eles tenham acabado", disse Cole. / MARIA FERNANDA RODRIGUES

O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.