Cameron Diaz, a estrela mais perigosa da internet

A atriz americana Cameron Diaz (foto) é a estrela mais perigosa da internet, seguida de Julia Roberts, segundo a classificação anual de empresa de segurança informática McAfee, divulgada na semana passada.

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2010 | 00h00

"Cameron Diaz" é a busca na internet que melhor serve para encobrir a ação de piratas e hackers, que usam nomes ou imagens de personalidades conhecidas para atrair os usuários a endereços ilegais, a fim de introduzir aplicações maléficas em seus computadores.

As estrelas de cinema e as personalidades consideradas mais sexies encabeçam a classificação da McAfee, empresa que lidera o ramo de antivírus e cuja compra por parte da Intel foi anunciada na quinta, por US$ 7,68 bilhões.

"Os cyber criminosos utilizam com constância o nome de celebridades populares para atrair pessoas até páginas que contêm, na verdade, programas piratas", advertiu a empresa por meio de um comunicado. "Qualquer busca (na internet) dos últimos vídeos ou fotografias pode permitir a entrada de um vírus nos aparelhos."

O internauta que faz uma busca por Cameron Diaz tem uma possibilidade em dez para cair em um site pirata, que permite o acesso de hackers e, em seguida, a tomada de controle do computador, além da liberação dos dados do internauta.

Já o usuário que busca especificamente a imagem da atriz para fundo de tela corre um risco maior, de 19%. Com Julia Roberts, o risco é de 9% e aumenta para 20% para aqueles que querem sua foto ornamentando o fundo.

Jessica Bel, que foi a personalidade mais "perigosa" da rede no ano passado caiu para o terceiro lugar. As modelos Gisele Bündchen, Adriana Lima e Heidi Klum figuram entre as dez primeiras da lista, que conta ainda com as estrelas do tênis Maria Sharapova e Andy Roddick, respectivamente nos 13.º e 14.º lugares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.