Câmera Leica é leiloada por valor recorde de US$ 2,8 mi

Uma rara câmera Leica de 1923 foi vendida por 2,16 milhões de euros (2,8 milhões de dólares) em um leilão em Viena no fim de semana, tornando-se a câmera mais cara a ser vendida, afirmou o leiloeiro.

REUTERS

13 de maio de 2012 | 11h25

Um comprador anônimo ganhou a disputa de lances pela câmera alemã, que ainda funciona e é uma das cerca de 25 versões teste das câmeras Leica 0-Series produzidas em 1923, dois anos antes do início da produção em série. Apenas metade delas foram preservadas.

Incluindo o prêmio do comprador (taxa porcentual para cobrir despesas administrativas), o valor pago no leilão WestLicht, no sábado, foi sete vezes maior que o preço inicial de 300.000 euros, informou a WestLicht.

O proprietário anterior não foi identificado, o qual afirmam ser uma colecionadora privada na Europa.

Uma outra Leica 0-series foi vendida em novembro de 2007 por 336.000 euros em um leilão, e depois novamente em maio de 2011 por 1,32 milhão de euros, incluindo o prêmio do comprador, informou a WestLicht.

(Reportagem de Michael Shields)

Tudo o que sabemos sobre:
ARTECAMERALEILAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.