Câmara de Sorocaba dá lugar a centro cultural

O prédio do Teatro São Rafael construído em 1844 no centro de Sorocaba, foi reaberto hoje como centro de cultura. O edifício, que já abrigou a prefeitura, na década de 70, e nos últimos anos era sede da Câmara, foi destinado à Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba (Fundec).O imóvel integra o patrimônio histórico do município e foi cedido por um prazo de 30 anos. As instalações foram restauradas e adequadas às novas funções. Os ensaios e algumas apresentações da Orquestra Sinfônica de Sorocaba vão passar a ser realizados no local. O prédio ainda vai abrigar o Instituto Municipal de Música, o Núcleo de Teatro e os corais mantidos pela fundação.Plenário - Algumas adaptações não foram concluídas. É o caso do antigo plenário da Câmara, que está sendo transformado em uma sala de espetáculos com 250 lugares. No piso térreo, haverá também uma cafeteria.A Fundec mantém 300 alunos em escolas de música, 260 em aulas de dança, 150 em teatro e cerca de 800 em movimentos de corais. O novo espaço cultural funcionará de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas. Hoje, o escritor Otto Wey Neto lançou no local o livro História do Nosso Teatro. Parte da obra é dedicada ao São Rafael.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.