Pri Buhr/Secult/Fundarpe
Pri Buhr/Secult/Fundarpe

Caetano pede perdão e faz declaração de amor ao Rei

Após saída de Roberto Carlos do grupo Procure Saber, baiano admite 'trombadas' e diz que continuará a amá-lo

O Estado de S. Paulo

10 de novembro de 2013 | 19h23

Caetano Veloso fez uma declaração de amor a Roberto Carlos em sua coluna, no jornal O Globo, publicada neste domingo, e pediu perdão pelas “trombadas” que resultaram no racha do grupo Procure Saber, criado, entre outros, para defender a publicação de biografias diante de autorização prévia. “Mesmo que ele nunca mais queira me ver, continuarei amando quem fez Fera Ferida e Esse Cara Sou Eu”, escreveu Caetano sobre Roberto.

Foi uma reação à saída de Roberto do Procure Saber, motivada pela coluna anterior do baiano no mesmo jornal – Caetano acusou o Rei de posar como tal, enquanto ele e outros músicos apanhavam da mídia na questão defendida pela associação.

“Minhas trombadas nascem de querer quebrar algum esquema cristalizado que me impacienta”, escreveu Caetano na coluna de domingo, citando depois a ex-mulher, Paula Lavigne, primeira porta-voz do grupo, papel que Roberto propôs que fosse assumido por seus advogados. “Paulinha não gostou do que escrevi sobre o Rei”, continua. “Mas acho que não tomo jeito, não vou mudar, esse caso não tem solução. Eu tinha feito muito esforço para defender a parte que acho defensável de uma causa que me estranha. Peço perdão”, finaliza.

Roberto teria se magoado pela exposição pública a que foi submetido. “Não é bem assim o nosso jeito de trabalhar, somos mais discretos, afinal defendemos também a privacidade no sentido profissional”, dizia o texto assinado pelo empresário de RC, Dody Sirena, sobre a saída do cantor do movimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.