Cães e gatos no universo de 007

Cães e gatos no universo de 007

Crítica

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2010 | 00h00

Cate uma criança - filho ou sobrinho, não importa - e vá ver Como Cães e Gatos 2. Se não houver criança nenhuma, vá assim mesmo. Você poderá achar a nova fantasia da série até um pouco boba, ias não vai querer perder a animação que a precede nem os créditos finais. São ótimos. O próprio filme tem seu encanto. O trio formado pelos cães Butch e Digg e pela gata Katherine enfrenta a vilã Kitty Galore, uma felina do mal que perdeu o pelo ao cair num tanque de creme de depilação e, desde então, ficou sinistra. O nome evoca uma célebre bondgirl, Pussy Galore - a sexy Honor Blackman de 007 Contra Goldfinger. Não admira que a canção tema seja cantada no estilo que Shirley Bassey aplicou a Goldfinger.            

 

 

 

 

Trailer. trailerVeja cenas de Como Cães e Gatos 2

 

     

 

Brad Payton dirige Como Cães e Gatos 2. Na trama, Digg é o aplicado cão policial que forma dupla com o detetive Chris O"Donnell. Embora totalmente dedicado à função de cão da polícia, Digg é tão impulsivo quanto desastrado. Logo no começo, ele se mete numa enrascada e é trancafiado no canil da instituição. É resgatado para integrar uma unidade de agentes secretos que vai combater Kitty Galore. A gata "do mal" ameaça provocar um som que vai enlouquecer todos os cães do mundo. Os donos vão se livrar dos seus fiéis caninos e Kitty poderá dominar o mundo. O plano que parece perfeito vai se revelar falho. Afinal, quando cães e gatos se unem - o trio já citado - não há vilão, ou vilã, que consiga vencer.

Kitty tem um lugar tenente - e ele é um gato robô dotado das mandíbulas de aço de um conhecido vilão da série com 007. Elas também tem um ratinho talismã, do qual judia, e o roedor se vinga, unindo-se ao trio de heróis. Tudo isso é razoavelmente divertido, com a vantagem de não se levar a sério. E tem a animação, Coyote Falls, pertencente à série dos Looney Tunes. O Coyote faz jumping, saltando do alto de uma ponte para tentar capturar o Papa-Léguas, que atraiu com ração, lá embaixo. Como nas melhores animações de Tom e Jerry, o humor é cruel, com o pobre Coyote sofrendo horrores, e por culpa da própria incompetência como "predador".

Como Cães e Gatos 2 termina com a volta do vilão Hannibal, do primeiro filme, deixando aberta a via do 3. Normal - Hollywood adora as sequências. O bom vem depois, os créditos finais, sobre imagens de cães e gatos. Um gatinho mimoso aninha-se entre as patas de um cãozarrão e arranha sua cara com as garras afiadas. Continua, na vida, o humor selvagem da animação do início.

COMO CÃES E GATOS 2 - A VINGANÇA DE KITTY GALORE

Nome original: Cats & Dogs: The Revenge of Kitty Galore.

Direção: Brad Payton.

Gênero: Comédia (EUA/2010, 82 min.).

Censura: Livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.