Caderno com desenhos de Picasso é roubado de museu em Paris

Falta da peça, avaliada em cerca de 8 milhões de euros, foi notada somente na manhã desta terça-feira

Agência Estado, Associated Press e Efe

09 de junho de 2009 | 12h19

Um policial francês informou nesta terça-feira, 9, que um caderno com vários desenhos do artista espanhol Pablo Picasso foram roubados do Museu Picasso, em Paris. O valor da obra, que continha 33 desenhos, é estimado em cerca de 8 milhões de euros, disseram as fontes policiais.

 

A polícia ainda não sabe dizer quando o roubo ocorreu. A falta da peça foi notada somente na manhã desta terça-feira. A polícia não está autorizada a comentar o caso e a fonte falou sob condição de anonimato. A investigação do roubo está nas mãos da brigada de repressão à criminalidade.

 

O Museu Picasso é dedicado ao artista espanhol, apontado como um dos fundadores do movimento cubista e um dos mais importantes das artes plásticas do século 20.

 

Após dois anos, obras do pintor espanhol na capital francesa voltaram a ser roubadas. Em de fevereiro de 2007, os ladrões retiraram da casa de Diana Widmaier-Picasso, neta do artista que vive em Paris, duas obras avaliadas em 50 milhões de euros. As peças foram recuperadas pela polícia seis meses depois.

 

Marina Picasso, outra neta do pintor, sofreu o roubo de cerca de 15 quadros em sua casa em Cannes, em 5 de novembro de 1989, mas as obras apareceram quatro dias depois.

 

Em janeiro de 2004, uma obra de natureza morta de Picasso foi roubada do museu Georges Pompidou de Paris, mas foi encontrada três meses depois. No entanto, o roubo mais importante na França é de 1976, quando foram retiradas 118 obras de Picasso do Museu de Avignon.

 

Outros roubos de obras do artista espanhol aconteceram em Zurique, Londres e Rio de Janeiro, em 1994, 1997 e 2006, respectivamente. No primeiro, desapareceram quase 20 telas em uma galeria de arte; no segundo, um homem levou a escultura "Tète de Femme", que foi recuperada; e, no terceiro, foram roubados quatro quadros.

Tudo o que sabemos sobre:
PicassoParisMuseu. roubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.