"Caçador de crocodilos" morre ao ser atacado por raia

O "caçador de crocodilos" Steve Irwin, astro da televisão australiana, morreu nesta segunda-feira ao ser atingido pelo aguilhão de uma raia enquanto mergulhava para filmar um documentário sobre este animal.O ator e naturalista australiano estava mergulhando perto de Cairns, em Low Isles, no litoral nordeste da Austrália, quando ocorreu o acidente.O aguilhão da raia entrou no peito de Irwin e, aparentemente, atingiu o coração, matando o apresentador na hora, apesar de o veneno das raias não ser mortal para os humanos.Irwin, que tinha 44 anos, se tornou famoso no mundo todo na década de 1990 graças à série televisiva "Caçador de Crocodilos".O australiano tinha herdado o amor pelos répteis de seu pai, Bob Irwin, proprietário de uma fazenda de crocodilos na Sunshine Coast, no estado australiano de Queensland.Irwin gerou polêmica várias vezes por seus atrevimentos, como dar de comer a um gigantesco crocodilo, enquanto estava com seu bebê recém-nascido nos braços.Em outra ocasião, na Antártida, o apresentador se aproximou muito das baleias, alimentando-as, e nadou com pingüins e baleias durante a gravação de outro documentário, o que levou o primeiro-ministro australiano, John Howard, a defendê-lo publicamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.