Cabaré reúne artistas do novo circo

A Central do Circo, fundada há dois anos pela Companhia Circo Mínimo, dirigida por Rodrigo Matheus, reúne hoje 19 grupos do chamado "novo circo". O termo foi adotado por jovens artistas que utilizam técnicas circenses como números de trapézio, malabares, entre outros, mas seu trabalho se distingue do circo tradicional. Se por um lado o humor do palhaço é bem-vindo, por outro eles eliminaram do picadeiro, por exemplo, o adestramento de animais.Neste sábado, às 22 horas, esses grupos realizam o 4.º Cabaré da Central do Circo, uma espécie de encontro das diversas companhias para mostrar, no picadeiro, o que estão preparando em sua sede. Também no sábado, a partir das 16 horas, tem início o Cabarezinho, uma versão do encontro voltada para o público infantil.Na programação do Cabarezinho, um ótimo programa para toda a família, uma vez que o Circodélico apresenta De Mala e Cuia. Com direção de Silnei Siqueira, o espetáculo recebeu dois importantes prêmios - APCA e Panamco - e conta a história de artistas itinerantes que, reunidos numa praça, tiram de seus baús sonhos e fantasias.As atrizes Alexandra Golik e Carla Candiotto, da companhia Le Plat du Jour, serão as anfitriãs do espetáculo da noite, que vai reunir números diversos das 19 companhias da Central. Entre elas, a Cia. Linhas Aéreas, que apresenta uma divertida paródia inspirada numa das canções de Chitãozinho e Xororó. "É um número de trapézio caipira", afirma Matheus, que também marca presença com sua Cia. Circo Mínimo.Cabarezinho, sábado, às 16 horas. R$ 10,00 e R$ 5,00 (crianças). E Cabaré, sábado, às 22 horas. R$ 10,00. Central do Circo. Rua Adib Auada, 41, tel. 4612-9087.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.