Busto de Rodin por Claudel roubado é encontrado na França

Um busto de bronze de Auguste Rodin do escultor Camille Claudel foi encontrado em uma loja de antiguidades perto de Lyon, após ter sido roubado 13 anos atrás, levando dois homens à prisão, disse a polícia.

REUTERS

24 de junho de 2012 | 15h49

O busto de oito quilos, que é avaliado em aproximadamente 1 milhão de euros (1,25 milhão de dólares), foi descoberto no sábado durante uma investigação policial a uma série de roubos na região.

A relação entre os dois escultores é considerada uma das mais frutíferas artisticamente e um dos casos amorosos mais apaixonados da virada do século.

Rodin e Claudel produziram várias esculturas um do outro.

Um traficante de antiguidades foi flagrado carregando sua van com um objeto suspeito e foi preso no dia 19 de junho em Montbrisson, 60 quilômetros a leste de Lyon.

Descobriu-se que o objeto era o busto de Rodin, que foi roubado em 1999 do museu Gueret, perto de Clermont Ferrand, na região central da França.

A investigação judicial foi aberta pela promotoria pública de Lyon para determinar como os homens conseguiram obter a obra de arte. A polícia não deu detalhes do segundo suspeito que foi detido.

(Reportagem de Catherine Lagrange)

Tudo o que sabemos sobre:
ARTEBUSTORODINENCONTRADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.