Buenos Aires será a Capital Mundial do Livro em 2011

Cidade foi escolhida devido à 'qualidade e variedade do programa proposto e pela estratégia para o evento'

Efe,

15 de junho de 2009 | 17h43

Buenos Aires foi escolhida para ser a Mundial do Livro em 2011 pela Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em razão da "qualidade e variedade do programa proposto e pela estratégia apresentada para o evento", informou a Unesco nesta segunda, 15, em um comunicado.

 

Um comitê de seleção composto por representantes das tr~es principais associações de profissionais internacionais do mundo do livro e da Unesco elegeu a capital argentina. O comitê destacou a presença de duas cidades africanas - Lagos, na Nigéria e Porto Novo, no Benin - entre as sete candidatas e expressou seu desejo de que a literatura e a política editorial sejam reforçadas nessas regiões.

 

Caracas (Venezuela), Havana (Cuba), Sharjah (Emirados Árabes) e Teerã (Irã) completaram a lista de candidatas para ser a Capital Mundial do Livro de 2011.

 

Buenos Aires é a décima primeira cidade designada Capital Mundial do Livro, para promover o Dia Mundial do Livro e o do Direito do Autor ( 23 de abril), depois de Madri (2001), Alexandria (2002), Nova Delhi (2003), Amberes (2004), Montréal (2005), Turin (2006), Bogotá (2007), Amsterdã (2008), Beirute (2009) e Liubliana (2010).

 

A iniciativa evidencia a colaboração entre os principais organismos ligados ao livro e o compromisso das cidades de promover o livro e a leitura, segundo a Unesco.

Tudo o que sabemos sobre:
Buenos AiresCapital do Livro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.