Britney Spears continuará sob tutela do pai até 10 de março

Em março, Britney será avaliada no caso sobre a custódia de seus filhos Sean Preston e Jayden James

Efe,

14 Fevereiro 2008 | 23h59

Jamie Spears, pai da cantora Britney Spears, permanecerá como tutor da filha até pelo menos o dia 10 de março, informaram fontes judiciais nesta quinta-feira, 14.   A juíza Reva Goetz, da Suprema Corte de Los Angeles, decidiu prorrogar a tutoria do pai da cantora diante dos evidentes sinais de que o comportamento de Britney melhorou consideravelmente desde sua recente saída da ala psiquiátrica do centro médico de uma universidade local, a UCLA.   A cantora deixou a unidade, na qual ficou internada por ordem de sua psicóloga por uma semana, no dia 6 de fevereiro.   Cinco dias antes, Jamie Spears e o advogado Andrew Wallet foram declarados tutores da cantora. Desde então, eles são responsáveis por tomar conta da fortuna de US$ 40 milhões da cantora.   Goetz também determinou que o irmão da artista, Bryan, de 30 anos, e o advogado Ivan Taback virem co-fideicomissários dos bens de Britney.   Depois que recebeu alta, a cantora, que vinha demonstrando um comportamento público "desordenado", mudou seu modo de agir, e passou a ser vista fazendo compras com a mãe e tendo aulas de dança num centro especializado. "Agora, ela está recebendo tratamento médico adequado e segurança profissional. O caos desapareceu de sua vida", disse uma fonte próxima à família à revista People.   Nesta quinta-feira, a juíza Goetz também mandou que Britney seja avaliada por especialistas dentro do caso sobre a custódia de seus filho Sean Preston e Jayden James, que deverão voltar para a guarda da mãe numa audiência em março.   Processos judiciais e internações   Britney Spears suspendeu a carreira artística para se casar, em 2004, com Kevin Federline e ter dois filhos logo em seguida. Porém, sua vida pessoal foi de mal a pior depois de dar entrada no pedido de divórcio em novembro de 2006 e ter sido vista em várias ocasiões em casas noturnas de Hollywood.   Britney sofreu uma série de revezes e problemas pessoais que a levaram até a raspar o cabelo e agredir paparazzi na rua.   A cantora, que travou uma batalha com o ex-marido pela custódia dos filhos Sean Preston e Jayden James, já foi internada em um clínica de reabilitação no começo do janeiro, quando se recusou a devolver os filhos para o guarda-costas do marido, após ter terminado seu horário de visita. Nessa ocasião, a internação de Britney foi acompanhada por um batalhão de paparazzi. Desde o episódio, Britney perdeu o direito legal de visitar seus filhos.    

Mais conteúdo sobre:
Britney Spears

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.