Britânico vence Stirling por obra em aeroporto de Madri

O novo terminal do aeroporto de Madri-Barajas, obra da equipe do arquiteto britânico Richard Rogers venceu, neste sábado, o prêmio Stirling de arquitetura, o mais importante do gênero no Reino Unido. O prêmio de 20 mil libras (cerca de 30 mil euros), concedido todo ano pelo Royal Institute of British Architects(RIBA) foi entregue em uma cerimônia realizada nesta noite em Londres.Rogers, de 73 anos, já tinha concorrido ao Stirling três vezes. Visivelmente satisfeito, ele qualificou o novo Terminal 4 (T-4), inaugurado no dia 5 de fevereiro, como "o edifício mais emocionante" que construiu nas últimas décadas."Quero dizer obrigada ao cliente (Aeroportos Espanhóis e Navegação Aérea, AENA), que foi incrível", afirmou o arquiteto britânico, que trabalhou no projeto em parceria com a empresa espanhola Estudio Lamela. O juro destacou a "escala e complexidade" do edifício, que precisou mostrar "eficiência em processar fluxos de passageiros que mudam constantemente". O T-4, situado no extremo norte do aeroporto de Barajas, é formado por dois edifícios independentes, caracterizados por um chamativo trecho ondulado, que são sustentados por postes coloridos e unidos por um trem que funciona permanentemente. O Terminal 4, construído há seis anos, mede 1,2 quilômetros de largura e abriga tanto vôos nacionais como internacionais da companhia Iberia e de todas as linhas da aliança Oneworld, como British Airways e American Airlines.Rogers, que também aspirava ao prêmio por outro trabalho, a sede da Assembléia Nacional de Gales, deixou para trás a forte candidata Zaha Hadid, arquiteta iraquiana considerada a favorita ao Stirling. Ela foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker (o Nobel da arquitetura) e concorria ao Stirling com o trabalho realizado no Centro das Ciências Phaeno, em Wolsburg, na Alemanha. Os outros quatro edifícios finalistas foram uma biblioteca londrina batizada de "The Idea Store", de Adjaye/Associates; "TheBrick House", una vivenda familiar também em Londres idealizada por Caruso St. John Architects; e o hospital infantil "Evelina", também na capital britânica, projeto de Hopkins Architects.Na edição passada da premiação, o vencedor - um título póstumo - foi o arquiteto espanhol Enric Miralles (1955-2000) pelo edifício do Parlamento da Escócia.Criado em 1996, o Stirling recebeu esse nome em homenagem a JamesStirling (1924-1992), considerado um dos arquitetos mais importantes do pós-modernismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.