Britânico assume tarefa de preservar jardins de Monet

Novo jardineiro-chefe do sítio que inspirou o artista tenta trazer obras à vida.

BBC Brasil, BBC

01 de agosto de 2011 | 17h27

Os famosos jardins de Giverny, na França, a propriedade eternizada pelo pintor Claude Monet em suas telas, ganharam um novo jardineiro-chefe.

O inglês James Priest afirmou à BBC que sua função é manter vivas, nos jardins, as telas impressionistas de Monet.

"O jardim tem um lugar especial no coração de todos que já admiraram as telas. Quando chegam aqui, reconhecem as paisagens de Monet", afirmou.

Monet não gostava de jardins organizados ou restritos. Ele combinava as flores de acordo com suas cores e as deixava crescer naturalmente.

Hoje, os jardins de Giverny recebem meio milhão de visitantes por ano.

Para o novo jardineiro-chefe, os jardins são um desafio diário.

Ele afirma que tenta olhar para o jardim como um artista e procura preencher os espaços com texturas de cores - um exercício diário para transformar as ferramentas de jardinagem em pincéis.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.