Kirsty Wigglesworth
Kirsty Wigglesworth

Brincos com diamantes avaliados em U$ 68 milhões serão leiloados

A casa de leilões Sotheby's não deu nenhum detalhe sobre a identidade do vendedor

AFP

11 Abril 2017 | 13h35

Brincos com dois diamantes espetaculares, um azul e outro rosa, apresentados como "os mais importantes" já oferecidos em um leilão, serão colocados à venda em 16 de maio em Genebra, anunciou nesta segunda-feira a casa Sotheby's.

As duas pedras preciosas serão oferecidas em lotes separados.

O primeiro brinco, chamado Apolo Blue, tem um valor estimado de entre 38 milhões e 50 milhões de dólares (entre 36 e 47 milhões de euros).

O brinco com o diamante rosa, conhecido como Artemisa Pink, tem um valor estimado em entre 12,5 milhões e 18 milhões de dólares (entre 12 e 17 milhões de euros).

"Os diamantes Apolo e Artemisa serão as estrelas da nossa venda de maio, de longe os brincos mais importantes já leiloados", declarou o presidente do serviço internacional de Alta Joalheria da Sotheby's, David Bennett, acrescentando que estas pedras preciosas são de "grande raridade".

"Batizamos estas pedras 'Apolo & Artemisa', como o deus e a deusa da Grécia Antiga, irmãos gêmeos de grande beleza e poder", disse em um comunicado.

Certificado como Fancy Vivid Blue pelo Instituto Gemológico da América (GIA), Apolo Blue, de 14,54 quilates, é o maior diamante da sua categoria já leiloado. O diamante foi esculpido e polido em forma de pera.

De 16,00 quilates e certificado como Fancy Intense Pink, o diamante Artemisa Pink também tem formato de pera. Segundo o GIA, faz parte dos diamantes "mais puros quimicamente", o que, segundo os especialistas, dá a este tipo de pedra preciosa uma intensa transparência ótica.

A casa de leilões Sotheby's não deu nenhum detalhe sobre a identidade do vendedor ou vendedores.

 

Mais conteúdo sobre:
Genebra Grécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.