Bridget Jones voltará à coluna do "The Independent"

A célebre personagem Bridget Jones, que deu fama a sua autora, Helen Fielding, voltará na próxima quinta-feira à coluna semanal na qual surgiu, há dez anos, no jornal britânico The Independent. A solteira de trinta anos mais conhecida do Reino Unido surgiu pela primeira vez em 28 de fevereiro de 1995. O The Independent tinha encarregado Helen Fielding de produzir uma coluna semanal escrita em primeira pessoa, mas a autora decidiu começar um diário fictício sobre uma menina chata e com a obsessão de emagrecer e se casar, explicou. O recebimento da idéia por parte do público foi tão entusiasta que em 1996 surgiu o primeiro livro, O Diário de Bridget Jones, que nos sete anos seguintes vendeu mais de 10,5 milhões de exemplares em todo mundo. Em 1997, o Daily Telegraph levou para a sua redação a autora e sua coluna, que a própria Helen havia tachado de "trivial" e a qual, segundo confessou, não esperava que durasse mais do que algumas semanas. Em 1999 foi publicada a esperada seqüência, Bridget Jones: No Limite da Razão, que vendeu mais de cinco milhões de exemplares. A popularidade da personagem se tornou incontrolável em 2001 com a estréia do filme baseado no primeiro livro, com Renée Zelwegger, Hugh Grant e Colin Firth. Na atualidade, Helen Fielding mora nos Estados Unidos com o roteirista de Os Simpson, Kevin Curran, com quem tem um filho.

Agencia Estado,

29 de julho de 2005 | 15h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.