Bressane 'transcria' Nietzsche

Corrida em Busca do Diamante Marakunda

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(African Race). Alemanha, 2008. Direção de Axel Sand, com Jan Sosniok, Mirja Boes, Ande Werner, Lars Niedereichholz.

Pesquisador alemão procura na África um diamante raro que poderá salvar a catedral de Colônia da demolição. O tom é de aventura, mas direção e elenco não são credenciais. Arrisque, de qualquer maneira. Reprise, colorido, 92 min.

Regresso a Halloweentown

15H40 NA GLOBO

(Return to Halloweentown). EUA, 2006. Direção de David Jackson, com Sara Paxton, Judith Hoag, Lucas Grabeel, J Paul Zimmerman, Kristy Wu, Keone Young.

Quarta sequência de DCOM - Halloweentown, produção da Disney produzida para TV (e que fez grande sucesso). A protagonista é uma jovem bruxa que ganha ajuda para combater as forças da escuridão que querem assumir seus poderes. No processo, ela descobre que é guardiã de uma profecia. Não espere grande coisa. A série começou legal (para jovens), mas foi se diluindo. Reprise, colorido, 88 min.

Momento Crítico

22H15 NO SBT

(Executive Decision). EUA, 1996. Direção de Stuart Baird, com Kurt Russell, Halle Berry, Steven Seagal, John Leguizamo.

Terroristas ameaçam explodir avião com 400 passageiros. Unidade de elite entra em ação para impedir que a aeronave chegue ao espaço dos EUA: se os terroristas cumprirem sua ameaça de detonar bomba, 40 milhões de pessoas poderão morrer. Halle Berry, antes do Oscar, é a atração do filme, tenso e bem-feito. O ex-montador Baird poderia ter feito melhor se o desfecho não fosse tão insatisfatório, até pela forma preconceituosa como enfoca os árabes, 5 anos antes do 11 de Setembro. Reprise, colorido, 133 min.

Dias de Nietzsche em Turim

23 H NA TV BRASIL

Brasil, 2001. Direção de Júlio Bressane, com Fernando Eiras, Paulo José, Tina Novelli, Mariana Ximenes, Leandra Leal, Paschoal Villaboin, Isabel Themudo.

Um dos filmes mais eruditos de Bressane, que se volta para o período em que o filósofo Nietzsche viveu em Turim, na Itália. Foi lá que escreveu alguns de seus textos mais importantes, como Ecce Homo. A investigação sobre a palavra é um tema recorrente em Bressane. Nietzsche foi um filósofo e um artista. Como recriação de uma aventura intelectual, Bressane busca o que chama de "transcriação" ? como transformar em cinema conceitos que Nietzsche desenvolveu por meio da palavra (como expressão do pensamento)? Não é para todos os gostos, mas é fascinante. Reprise, colorido, 85 min.

O Dia em Que o Brasil Esteve Aqui

23H30 NA CULTURA

Brasil, 2006. Direção de Caíto Ortiz e João Dornelas.

As tragédias se sucedem no Haiti. Este ano, foi o terremoto. Em 2004, o golpe de estado que derrubou o presidente Jean-Bertrand Aristide. O Brasil integra a força de paz da ONU. O primeiro ministro interino haitiano diz que seria melhor se, em vez de militares, o Brasil tivesse enviado sua seleção de futebol. Naquele mesmo ano, a seleção joga em Porto Príncipe, um jogo pela paz. É desse dia histórico para o Haiti que trata o documentário de hoje da Cultura. Reprise, colorido, 72 min.

Intercine

2H30 NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre ? O Justiceiro, de Mark Goldblatt, com Dolph Lundgren no papel do herói dos quadrinhos; bem montado, o filme vale como espetáculo de ação, embora possa decepcionar fãs do personagem; Kim Miyori, como a vilã japonesa, rouba a cena; e O Exorcista 3, de William Peter Blatty, terceiro da série e o único dirigido pelo próprio autor do livro famoso; o padre que se sacrificou no primeiro filme volta para assombrar a cidade; prepare-se para um momento assustador, o mais intenso de todos os filmes sobre o assunto; você vai saltar da poltrona, de medo.

TV PAGA

Fuga para a Vitória

22 H NO TCM

(Victory). EUA, 1981, Direção de John Huston, com Sylvester Stallone, Michael Caine, Max Von Sydow, Pele, Daniel Massey, Carole Laure.

O pior filme de John Huston só não é detestável porque Pelé está em cena, jogando como só ele sabe. A história trata de prisioneiros de um campo alemão. Em vez de fugir, eles resolvem ficar para o jogo decisivo ? para derrotar os nazistas e provar que não são super-homens. Reprise, colorido, 110 min.

Vestida para Matar

1H45 NO TELECINE CULT

(Dressed To Kill). EUA, 1980. Direção de Brian De Palma, com Michael Caine, Angie Dickinson, Nancy Allen, Keith Gordon.

Angie Dickinson faz dona de casa insatisfeita que é morta a navalhadas por psicopata, num elevador. Seu filho se une a prostituta para caçar o assassino da mãe. A identidade do criminoso será uma surpresa, para quem nunca viu este thriller psicanalítico que De Palma fez tomando como referência ? plagiando? ? o Alfred Hitchcock de Psicose. O clima tenso e a trilha de Pino Donaggio garantem ao cartaz da TV paga sua fama de cult. Reprise, colorido, 105 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.