Brasileiros são vítimas de ator de "Família Soprano"

São turistas brasileiros os dois adolescentes assaltados em US$ 40 pelo ator Robert Iler, que faz o papel de A.J. Soprano no seriado de TV Família Soprano. As vítimas são Tiago Cordeiro e Eduardo Weiss, ambos de 16 anos. Eles teriam sido ameaçados pelo ator e três amigos dele no Upper East Side, em Manhattan. Iler e os outros três adolescentes teriam pedido o dinheiro e perguntado "vocês querem morrer?". O ator diz que está "terrivelmente constrangido". Ele afirmou que nunca roubou ninguém em sua vida. Seu advogado, Steven Mintz, diz que o ator, que também tem 16 anos, estava de costas para o grupo na hora do assalto e não teria visto ou ouvido nada. Os brasileiros, depois de assaltados, pararam um carro de polícia. Em seguida, viram Iler e os outros em um banco no Central Park. Iler foi acusado de roubo e porte de maconha. Ele vai ter de voltar à Justiça no dia 9.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.