Brasileiros no festival espanhol

Os nomes que vão representar o País no PhotoEspaña 10

Camila Molina, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2010 | 00h00

Leitura de portfólios. Grupo Cia de Foto de São Paulo foi um do sselecionados para programa especial. Foto: Cia de Foto/Divulgação

 

Como parte do PhotoEspaña 10, será inaugurada na quinta-feira, no Instituto Cervantes de Madri, a mostra Descubrimientos São Paulo e Guatemala. Encubrimientos, que, de brasileiros, conta com obras do coletivo paulistano Cia de Foto - formado por Pio Figueroa, Rafael Jacinto e João Kehl - e de João Castilho, de Belo Horizonte. Eles foram convidados a partir do programa de leituras de portfólios promovido pelo festival, projeto que tem como foco descobrir as tendências da fotografia contemporânea da América Latina.

No ano passado, Claude Bussac, diretora-geral do PhotoEspaña, esteve em São Paulo participando do processo de seleção dos fotógrafos brasileiros ao lado de curadores e outros profissionais do gênero. A exposição no Instituto Cervantes, com curadoria de Alejandro Castellote e Juan Antonio Molina, será agora formada por 10 participantes no total. "Por causa do programa e da relação que estabelecemos com o pessoal do PHE, fomos convidados a cuidar do blog deles por um mês (no site www.phedigital.es). Tempo e espaço que aproveitamos para falar de trabalhos de outros fotógrafos do Brasil e assuntos relacionados", diz Jacinto. A Cia de Foto, que assina seus trabalhos sempre em grupo, também ministrou em maio um workshop para mestrandos da Universidade de España. "Do ponto de vista mais autoral, está sendo super bacana participar, pois tem nos parecido um festival mais aberto, menos segmentado em uma fotografia mais previsível, documental. Os programas com os pensadores me pareceu bem interessante e há uma porta para publicações, um lado inédito", continua Figueroa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.