Brasileiros batem recordes em leilão em NY

A rodada de terça-feira à noite dos leilões em Nova York de arte latino-americana estabeleceu novos recordes para as obras de três brasileiros: Arte Física, de Cildo Meireles, saiu por US$ 47.800; Bicho, de Lygia Clark, foi arrematado por US$ 65.752; e Mundo Civilizado, da carioca Beatriz Milhazes, chegou a US$ 74.090. O destaque da rodada na Christie´s ficou por conta de um auto-retrato da mexicana Frida Kahlo, que alcançou US$ 1,35 milhão. No total, a casa arrecadou US$ 4,8 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.