Paulo Liebert/AE
Paulo Liebert/AE

Brasil terá participação mais robusta na Feira do Livro de Frankfurt

País vai levar nove escritores à Alemanha - Milton Hatoum, Michel Laub e Marina Colasanti estão confirmados

MARIA FERNANDA RODRIGUES - O Estado de S.Paulo,

11 de setembro de 2012 | 03h10

Maior e mais importante evento do mercado editorial internacional, a Feira do Livro de Frankfurt, a ser realizada entre 10 e 14 de outubro, terá participação mais robusta do Brasil este ano. O estande coletivo das editoras brasileiras será maior - com 330 m² ante os 216 m² do ano passado, e um time de escritores foi escalado para mostrar a produção literária nacional. É o começo dos preparativos para a aguardada participação em 2013, quando o País será homenageado.

Para chegar à lista dos autores convidados, Galeno Amorim, presidente da Fundação Biblioteca Nacional, diz que ouviu sugestões dos tradutores alemães, que pediram jovens escritores, e consultou a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, que indicou dois autores por ela premiados. Outros foram escolhidos porque têm tido bom desempenho no programa de apoio à tradução da FBN ou porque foram selecionados para o número de estreia da revista Machado, que será lançada na feira com trechos de textos de autores daqui traduzidos para o inglês ou espanhol. A iniciativa é do Itaú Cultural e a revista será coeditada pela FBN.

Conforme o Sabático adiantou em agosto, estarão em Frankfurt este ano Alberto Mussa, Luiz Ruffato e Cristovão Tezza, os mais traduzidos, e Andrea Del Fuego e Michel Laub, que estão tendo obras vertidas para o alemão neste momento. E ainda João Paulo Cuenca, que lança livro lá agora, Marina Colasanti e Roger Melo. No último dia da feira, a poeta Hinemoana Baker, da Nova Zelândia, país homenageado em 2012, passará o bastão para Milton Hatoum, cronista do Caderno 2 e um dos escritores brasileiros contemporâneos mais conhecidos no exterior. Ele ainda falará durante 20 minutos sobre a literatura nacional. Em 2013, a lista será maior, e incluirá músicos, artistas plásticos e atores.

Além de conversas com esses escritores, estão sendo organizados debates sobre temas que vão desde os best-sellers ao mercado de livros técnicos. E para quem passar pelo estande do Brasil no final do expediente, será oferecida uma caipirinha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.