Divulgação
Divulgação

Brasil no Oscar?

Indicado pela Inglaterra, Lixo Extraordinário foi codirigido pelos brasileiros João Jardim e Karen Harley

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2011 | 00h00

O Brasil está de volta à disputa do Oscar, ainda que em parte - Lixo Extraordinário, em cartaz em São Paulo, foi anunciado ontem, em Los Angeles, como um dos finalistas na categoria documentário. A Academia de Artes e Ciências de Hollywood, no entanto, credita o filme, que foi quase que inteiramente rodado em um lixão de Duque de Caxias, à diretora inglesa Lucy Walker. "Mas eu rodei mais de 60% das imagens", comenta o brasileiro João Jardim ao Estado, que figura nos créditos como codiretor, ao lado de outra brasileira, Karen Harley. Nem a produtora O2, de Fernando Meireles, associada à britânica Almega Projects, aparece na lista.

Veja também:

trailer Trailer de Lixo Extraordinário

documento Restos se transformam em arte

documento Um filme,três autores

documento Indicados são também melhores de 2010

Lixo Extraordinário acompanha os bastidores do trabalho do artista plástico Vik Muniz com o material dispensado no Jardim Gramacho, maior aterro sanitário da América Latina localizado na periferia de Duque de Caxias, no Rio, até ser transformado em arte e seguir para prestigiadas casas de leilões internacionais.

O anúncio dos indicados - feito pela atriz Mo'Nique (Oscar de coadjuvante no ano passado por Preciosa) e pelo presidente da Academia, Tom Sherak - apontou O Discurso do Rei como o filme com maior número de nomeações, 12. Entre elas, a de melhor produção, ator (Colin Firth) e ator coadjuvante (Geoffrey Rush). Imediatamente, o longa dirigido por Tom Hooper (também indicado) despontou como favorito, condição favorecida depois que o sindicato dos produtores o elegeu a melhor produção do ano passado - a escolha do Oscar tem coincidido em 70% com a desses eleitores, nas últimas temporadas. Longa também lidera, pela terceira semana seguida, a bilheteria na Inglaterra e já arrecadou US$ 57 milhões nos Estados Unidos. No Brasil, a estreia está prevista para 11 de fevereiro.

Outra surpresa foi a presença do espanhol Javier Bardem entre os finalistas na categoria de ator pelo seu trabalho em Biutiful. Premiado como coadjuvante em 2007 por Onde os Fracos Não Têm Vez, Bardem foi também indicado em 2001, na categoria principal, por Antes do Anoitecer, belo filme de Julian Schnabel.

Já em cartaz, Biutiful foi lembrado ainda entre os finalistas de produção estrangeira, na qual a favorita é a dinamarquesa Em um Mundo Melhor (com estreia prevista para 11 de março, em São Paulo). Foi a oitava indicação para um filme mexicano no Oscar, o que reforça a supremacia dessa cinematografia entre os latinos, ao lado da argentina. "É uma recompensa ao meu trabalho e da minha equipe, depois de quatro anos de luta intensa", comentou o diretor Alejandro González-Iñárritu, em entrevista a uma emissora de tevê mexicana. Ele, no entanto, preferiu não comentar o potencial dos concorrentes.

Se já era favorito entre os postulantes à melhor animação, Toy Story 3 surpreendeu ao também disputar na categoria de filme, o que reforça a posição cada vez mais consolidada dessas produções no mercado americano.

Em condição bem distinta, A Rede Social viu acender a luz amarela - depois de liderar a lista de favorito durante várias semanas, o longa de David Fincher vem perdendo terreno e pode despontar como um fiasco entre os premiados. Situação semelhante vive A Origem, na qual nem o diretor Christopher Nolan foi indicado.

As dúvidas serão todas solucionadas no dia 27 de fevereiro, quando ocorre a 83.ª noite de premiação do Oscar, novamente no Kodak Theatre, em Los Angeles. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

NÚMEROS

12 indicações

foram conquistadas por O Discurso do Rei, de Tom Hooper, entre elas de melhor filme e roteiro original

10 nomeações

foram para a refilmagem Bravura Indômita, assinada pelos irmãos Joel e Ethan Coen, indicados na categoria direção

8 categorias

contemplaram os longas A Rede Social e A Origem

5 indicações recebeu a animação Toy Story 3

3 nomeações

soma agora o ator Javier Bardem, indicado por Biutiful

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.