Brasil manda delegação de olho em 2016

Uma delegação de 14 produtores e gestores culturais brasileiros desembarcou em Edimburgo na semana passada para acompanhar os festivais que acontecem na cidade. "Neste momento, criar uma relação com o Brasil, especificamente com o Rio, nos parece muito interessante", admite Faith Liddell, diretora geral do evento. Às vésperas dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e diante das perspectivas da próxima olimpíada no Rio de Janeiro, em 2016, a estratégia é estreitar os laços. "A estrutura de cultura pode se desenvolver ao mesmo tempo em que vocês investem na infraestrutura para os esportes. E existem modelos aplicados em Edimburgo que certamente podem ajudar nisso", diz Faith. O secretário de Cultura do Rio de Janeiro, Emilio Kalil, é um dos membros da delegação brasileira. Ao longo da semana, reuniu-se com autoridades e programadores do evento escocês. "O que está sendo programado ainda é segredo", garante o diretor do Festival Internacional, Jonathan Mills. Mas a curadora geral já adianta que pretende ter uma presença maior do País na próxima edição do evento.

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.