Brasil ganha destaque em edição especial da "V"

O Brasil ainda está em voga no mundo internacional da moda. Pelo menos é o que acredita a revista "V", que chegou esta semana às bancas dos Estados Unidos com uma edição especial sobre o país. A publicação, uma versão comercial da "Visionaire" (que já foi chamada de a "alta-costura das revistas de moda"), mapeia parte da moda e da cultura nacional com a participação de fotógrafos, jornalistas e celebridades locais. Na capa, está o ator Rodrigo Santoro (o "Brad Pitt do Brasil", segundo a "V"), fotografado de cuecas pelo peruano Mario Testino, um dos maiores divulgadores do Brasil (modelos, locações ) no exterior. A "V" apresenta um panorama da moda e da cultura brasileira, como já foi feito anteriormente por publicações como a experimental "Big", a black "Trace" e a européia "Dutch" (em reportagem pioneira sobre a cena de São Paulo, três anos atrás). De diferente, a revista tem a perspectiva de brasileiros: Marisa Monte escreve um editorial com seleções de músicas nacionais conhecidas, Nelson Motta faz um ensaio sobre o Rio de Janeiro, fotógrafos como Vicente de Paula e Cláudia Guimarães retratam a moda de estilistas como Tufi Duek e Lino Villaventura, e muito mais. O público gringo também vai poder conhecer as grifes brasileiras das quais pouca gente ouviu falar. Pela primeira vez, uma publicação internacional é recheada de anúncios de marcas nacionais. Carlos Miele, Tufi Duek, Cia. Marítima e Zoomp, que já são vendidos nos Estados Unidos, compraram páginas da "V" especial. O que deve mesmo fazer sucesso entre o público internacional da revista é a mistura do estereótipo com a modernidade. Ou seja, o carnaval carioca (clichê da visão "turística" do país, em imagens de ensaios de escolas de samba, por exemplo) e a vanguarda paulista aparecem em versões complementares. A "V" também tem um "álbum" de personagens "modernos" da cena brasileira como o estilista Alexandre Herchcovitch, um dos nomes da moda nacional mais conhecidos fora do país. No final, a revista tem uma seção de contatos, com fotos, informações e e-mails de nomes famosos do Rio de Janeiro e São Paulo. Dá-lhe junk mail A "Visionaire" foi lançada em Nova York em 1991 pelo diretor de arte Stephan Gan, a modelo Cecilia Dean e o maquiador James Kaliardos. Os dois primeiros estão atualmente no Brasil: ela, para a instalação da "Visionaire" ("Exquisite Corpse") no Carlton Arts; ele, para cobrir a São Paulo Fashion Week. A instalação (no Moinho, no bairro da Moóca, em São Paulo) é um corpo humano multimídia, formado por trabalhos de fotógrafos como Mario Testino, Mario Sorrenti, Steven Klein, Terry Richardson e Nan Goldin, além de ilustradores, videomakers e artistas plásticos. A São Paulo Fashion Week começa nesta quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.