Brasil estará na bienal de Buenos Aires

Três exposições, selecionadas pela Fundação Bienal de São Paulo, representarão o Brasil na 9.ª Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, que tem início no dia 26 de Novembro, no Museu Nacional de Belas Artes. O curador, o arquiteto Ricardo Ohtake, levará para a capital argentina a compilação de instalações Obras com Linguagem Diferenciada, uma retrospectiva de João Filgueiras Lima, e o panorama Obras com Projetos Arquitetônicos, que reúne painéis fotográficos de projetos desenvolvidos por dez diferentes arquitetos.Obras com Linguagem Diferenciada reúne três instalações expostas na Bienal 50 anos: Número(c)idade, de Denise Xavier e Grupo de Estudos de Assuntos Arquitetônicos, Panorama Contemporâneo: Leitura da Metrópole Retalhada, de Carlos Leite, e Gramática Urbana, de Mário Biselli. Já a retrospectiva de João Filgueiras Lima apresenta 40 painéis fotográficos de 50 por 60 centímetros que serão dispostos em uma sala especial da Bienal portenha. Por fim, Obras com Projetos Arquitetônicos apresenta um painel da produção contemporânea nacional ao dispor trabalhos de dez diferentes criadores.

Agencia Estado,

24 de outubro de 2001 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.