Brasil é moda nas revistas de arte americanas

Os editores, produtores e fotógrafos das revistas americanas de moda e arte Visionaire e V Magazine, com sede no Soho, em Nova York, só têm falado sobre Brasil nos últimos dias. Em colaboração com o crítico e escritor inglês Neville Wakefield, a Visionaire criou a instalação Exquisite Corpse, especialmente para ser apresentada em São Paulo, no fim do mês, no festival multimídia Carlton Arts. E, partindo de uma sugestão do fotógrafo de moda Mario Testino, a V Magazine dedica ao Brasil toda sua edição de julho/agosto, que vai ser lançada durante a São Paulo Fashion Week e traz na capa o ator Rodrigo Santoro.A instalação Exquisite Corpse, que poderá ser vista entre 25 de junho e 1.º de julho no Moinho Eventos, na Mooca, terá um catálogo digital em DVD lançado em edição limitada, seguindo os padrões da revista que participou de sua criação (a Visionaire tem tiragem média de 5 mil exemplares para cada uma de suas quatro edições anuais e cada exemplar custa, nos Estados Unidos, US$ 175). A V Magazine especial sobre o Brasil também é para poucos: serão 30 mil exemplares para distribuição em todo o mundo, com preço em torno de US$ 7. Esta edição tem 104 páginas (75 de editorial) e a maioria dos anunciantes é brasileira. "É a primeira vez que, nos nossos dois anos de publicação, fazemos uma edição especial localizada e isso inspirou a equipe para próximos trabalhos semelhantes em outros países ou lugares", conta a editora Alix Browne. Séries fotográficas de Mario Testino feitas no Brasil, focalizando por exemplo o carnaval e as praias cariocas e baianas, compõem o conteúdo principal da revista. Com muito mais imagens que textos (que são em inglês), a edição traz ainda, entre vários assuntos, uma conversa entre Caetano Veloso e Rita Lee, páginas especiais para designers como Glória Coelho e Tufi Duek, um artigo sobre o costureiro Dener e uma seção com celebridades internacionais fotografadas no Brasil. Em janeiro do ano que vem, toda a equipe da Visionaire estará outra vez voltada ao público brasileiro, para exibir a retrospectiva dos dez anos de publicação da revista. Os editores Stephen Gan e Cecilia Dean vão levar para São Paulo, novamente durante a realização da Fashion Week, a exposição já apresentada no começo deste ano no Fashion Institute of Technology (FIT), em Nova York. Foi para o Brasil que a Visionaire produziu seu primeiro trabalho comissionado, a instalação Exquisite Corpse. Convidado a fazer a curadoria de fotografia e moda do Carlton Arts, Neville Wakefield, que é colaborador freqüente da revista, chamou Gan e Cecilia para serem seus parceiros no projeto. A instalação que eles produziram é formada por três totens de três telas onde são projetadas imagens de corpos criadas por todos os fotógrafos e outros artistas que já tiveram trabalhos publicados na Visionaire.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.