Branquinhas evitam o bronzeado

As branquinhas provaram que não só as morenas fazem sucesso desfilando pela praia do local. Muitas mulheres aboliram o bronzeador e aderiram a moda do bloqueador solar e do guarda-sol. Algumas, mais prevenidas, na tarde de ontem, usavam chapéus para caminhar pela orla, debaixo de um sol de mais de 36 graus. ?Tive uma queimadura de segundo grau no verão passado e hoje em dia, praia só com protetor solar. Uso o creme a cada 15 minutos?, diz a psicóloga Cristiane Vagliengo, de 21 anos.Como muitas outras garotas que passam férias em Maresias, ela ficar branquinha neste verão. Para provar que não só as morenas são a preferência nacional, por onde a psicóloga passa, uma leva de garotos pára para vê-la.Branca assumida e sem qualquer vontade de ?pegar uma cor?, a estudante argentina Fernanda Maydanik, de 17 anos, usa bloqueador solar com fator de proteção número 50. ?O sol no Brasil é adorável, a luminosidade é bela, mas se não me cuido viro um pimentão?.A administradora Helena Souto Pereira, de 27 anos, diz que já passou vários anos de sua vida ?estirada nas praias do local como um jacaré?.?Mas percebi que ser branca é mais chique?, desafia Helena. Ela prefere ficar debaixo de um guarda-sol, com óculos escuros, o protetor solar ao seu lado e um chapéu azul, que lhe dá ares de uma inglesinha.A estudante Talita Mano Hernandes, de 16 anos, é de São Vicente. Mesmo acostumada com sol, ela conta que não dispensa bloqueador solar. ?Sei que sol estraga a pele. Quero ter sempre pele lisinha, mesmo que para isso tenha que ficar branquela no verão?, diz. Ela conta que mesmo sendo moradora do litoral paulista, prefere passar o verão em Maresias devido aos agitos dos fins de semana. A jornalista paulistana Nikki Boccia, de 37 anos, diz que não protegeu do sol em sua adolescência e por isso ganhou sardias por todo o corpo.?Era uma mal-informada. Nunca mais faço isso. Sol só antes das 10h ou após às 14h. Passar o verão em um lugar ensolarado como este não é sinônimo de torrar a pele.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.