Brad Pitt e Angelina Jolie mostram gêmeos no Japão

Bebês tinham sido fotografados apenas pela revista 'People', quando cachê foi doado para caridade

Efe,

28 de janeiro de 2009 | 08h54

  O casal de atores Brad Pitt e Angelina Jolie visita Tóquio nesta quarta-feira, 28, com seus seis filhos - incluindo o casal de gêmeos de seis meses Knox Leon e Vivienne Marcheline, com os quais apareceram em público pela primeira vez - para promover seus últimos filmes, pelo quais ambos concorrem ao Oscar por atuações como protagonistas. Foto: AP Pitt é candidato a melhor ator, por "O Curiouso Caso de Benjamin Button", e Angelina, a melhor atriz por "A Troca". Antes do desembarque do casal no aeroporto de Narita, os dois gêmeos - nascidos na França em julho - só haviam sido fotografados uma vez, pela revista "People", em troca de US$ 14 milhões que foram entregues em doações de caridade. Foto: Efe Vestido de maneira informal, Pitt usava óculos escuros e uma boina praticamente igual à do gêmeo homem, Knox Leon, enquanto Angelina com um filho em cada mão, o maior Maddox, adotado no Camboja, e a primeira filha biológica do casal, a loira Shiloh, e levava pendurada ao seu corpo a outra gêmea. Os outros dois filhos adotados do casal, o etíope Zahara e o vietnamita Pax, se alternavam na atenção dos pais. Foto: Efe Na quinta, o casal deve ir à estreia em Tóquio de "O curioso caso de Benjamin Button", candidato a 13 prêmios Oscar. Segundo publicam a imprensa japonesa, na entrevista coletiva Brad Pitt elogiou o diretor do filme, David Fincher, com quem já trabalhara em "Seven" e "Clube da Luta", enquanto este afirmou que conta com o ator para três projetos futuros. O ator também pediu aos jornalistas e ao público japoneses, entre brincadeiras, que lhe recomendassem aonde levar as crianças para brincar e qual era o melhor restaurante da cidade. "O curioso caso de Benjamin Button", baseado em um conto de Scott Fitzgerald, concorre aos prêmios Oscar de melhor filme, direção, ator, atriz coadjuvante, trilha sonora e roteiro adaptado, além de outras sete estatuetas de aspectos técnicos. A história, na qual o protagonista nasce velho e rejuvenesce com a passagem dos anos, se completa com o papel da australiana Cate Blanchett (Daisy), que não foi a Tóquio. Angelina - já premiada com o Oscar de melhor atriz coadjuvante por "Garota Interrompida" (1999)- também dará entrevista coletiva sobre seu filme mais recente, "A Troca", dirigido por Clint Eastwood em Tóquio, mas somente na sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Brad PittAngelina Jolie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.