Boy George pode ser preso por cárcere privado

O cantor britânico Boy George pode ser preso no mês que vem por ter algemado e mantido preso a uma parede um norueguês, disse um juiz na sexta-feira. O juiz David Radfors afirmou que a prisão é "a opção mais provável", quando julgou o ex-líder do Culture Club. O cantor, de 47 anos, foi considerado culpado na sexta-feira. Boy George, cujo nome verdadeiro é George O' Dowd, negou ter aprisionado Audun Carlsen, 29, em seu flat em abril do ano passado, segundo a Press Association. "O fato de que sua fiança está sendo mantida não implica que isso será tratado como uma sentença sem custódia", disse Rasford à corte. "Eu não quero criar falsas expectativas." Boy George disse à polícia que convidou Carlsen para ir a sua casa depois de uma sessão de fotos pornográficas, durante a qual se fez uso de cocaína, em janeiro, pois suspeitava de que o norueguês teria roubado fotos de seu computador. Durante o julgamento, que durou duas semanas, Carlsen afirmou que o cantor o algemou, prendendo-o a uma parede e o agrediu com uma corrente. Segundo Carlsen, Boy George estava bravo porque ele não quis dormir com ele no dia em que se conheceram. O cantor não apresentou provas durante o julgamento. A corte ouviu as descrições de Carlsen sobre os ferimentos que sofreu naquele dia de abril de 2007. O advogado de Boy George afirmou que os ferimentos de Carlsen são decorrentes de uma vestimenta masoquista que teria usado. Boy George ficou famoso nos anos 1980, graças à voz única e ao visual andrógino. O grupo Culture Club chegou ao topo das paradas com "Karma Chameleon" e "Do You Really Want to Hurt Me?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.