Bono do U2 é indicado para ganhar Nobel da Paz

A estrela do rock Bono, vocalista do U2, que há anos luta contra a pobreza, é um dos indicados ao prêmio Nobel da Paz 2006. Ao todo, 191 pessoas e organizações (168 e 23, respectivamente) concorrem, um pouco menos que os 199 do ano passado, um recorde. A notícia veio do Instituto Nobel. Fontes do instituto afirmaram que recebem postulações de uma procedência geográfica cada vez mais ampla. Esse ano houve candidaturas de países, sobretudo asiáticos, que nunca se apresentaram antes. A lista de candidatos, como é tradicional, permanece em segredo. No entanto, segundo os observadores, o ex-presidente finlandês Martti Ahtisaari, que foi mediador em numerosos processos de paz, é considerado o favorito. Depois de presidir as negociações entre o governo indonésio e os rebeldes da província de Aceh, em 2005, atualmente Ahtisaari é enviado especial da ONU para as negociações sobre o futuro de Kosovo. Outros possíveis candidatos podem ser o ex-secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, e o técnico nuclear israelense Mordehai Vanunu. No ano passado, o Nobel da Paz foi dado à Agência Internacional para a Energia Atômica e a seu presidente, o egípcio Mohamed el Baradei.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.