Bom bacalhau no restaurante Girassol do Alentejo

Um restaurante com bom astral, o Girassol do Alentejo fica numa pequena residência na esquina da Girassol com a Purpurina com grandes girassóis pintados na fachada. É pequeno, bem simples, tem bons pratos e ótimos doces típicos a preços atraentes, feitos pelo competente chefe português Paulo Mateus. Mas atenção, é bom ter em conta que a infra-estrutura não é propriamente das mais eficientes, que o conforto poderia ser maior, que as opções de vinhos são restritíssimas e que o serviço, apesar de bastante simpático, é também bastante devagar. O chefe Paulo Mateus é do Alentejo e tem experiência na cozinha, trabalhou durante muito tempo em navios de cruzeiros, da Royal Caribean, nos quais fez 12 voltas ao mundo. Ele também passou pela cozinha de um hotel da rede suíça Möwenpick, em Munique, que recebeu uma estrela do Guide Michelin e estudou na prestigiosa escola Cordon Bleu de Lausanne. Os bolinhos de bacalhau e as lingüiças grelhadas no álcool são boas opções para começar o jantar. Interessantes os bolinhos de bacalhau feitos com mandioquinha no lugar da batata (R$ 7,50). O contraste do salgado bacalhau com a doce da mandioquinha é mesmo agradável. Para os mais tradicionalistas, bolinhos de bacalhau de batata, igualmente bem-feitos, sequinhos e saborosos (R$ 7,50). A lingüiça grelhada no álcool é de boa qualidade e ficou num ponto agradável, bem passada e um pouco crocante (R$ 9,50). Cardápio condensado, talvez até demais. Nele, aparecem apenas três receitas tradicionais com o bacalhau. Todas agradaram. Bacalhau à Brás gostoso, com fiapos do peixe muito bem dessalgados com batata palha e ovo (R$ 19,50). Mais atraente o bacalhau com natas, no qual o peixe aparece em lascas maiores com creme de leite e batatas cozidas (R$ 22). O prato mais caro do restaurante é o bacalhau à lagareiro, uma posta com batata, pimentão e azeitonas (R$ 25). Bacalhau de boa qualidade, saboroso, mas um pouco rijo. Difícil encontrar uma posta de bacalhau dessa qualidade a esse preço. Os doces típicos portugueses merecem ser conhecidos, são mesmo ótimos e todos custam R$ 4,50: farófias (que lembra os ovos nevados); tambor de Guimarães (massa folhada com recheio de maçã); pastéis de nata e toucinho do céu.Girassol do Alentejo - Rua Girassol, 654, tel. 3814-7710. De segunda a quarta, das 11h30 às 0h. Quinta, sexta e sábado das 11h30 às 2 horas. Abre também para o café da manhã a partir das 8 horas. Capacidade: 40 pessoas. Não tem estacionamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.