Bolsa de Carla Bruni é leiloada por 10 mil euros

A bolsa é um modelo tipo sacola de cor preta e traz no seu interior a assinatura da primeira-dama

Ansa

28 de abril de 2008 | 16h00

Uma bolsa criada por Tommy Hilfiger para a primeira-dama da França, Carla Bruni, foi leiloada por 10 mil euros na semana passada na butique parisiense do estilista norte-americano. A bolsa é um modelo tipo sacola de cor preta e traz no seu interior a assinatura da primeira-dama. O preço inicial era de mil euros. Esse exemplar único será reproduzido em uma série limitada de 50 peças e vendida por 200 euros na loja de Tommy Hilfiger em Paris a partir de novembro. A renda conseguida com o leilão da bolsa será doada para o Breast Health Institute, que faz pesquisas sobre o câncer de mama.  O comprador, que preferiu se manter anônimo, adquiriu o acessório "mais pela causa do que por Carla." Em entrevista à revista Elle, o comprador explicou que uma de suas familiares havia sido vítima da doença, e que essa atitude era algo "importante" para ela.

Tudo o que sabemos sobre:
Carla BruniTommy Hilfiger

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.