BM&F encerra temporada com exposição do Grupo Santa Helena

O Espaço Cultural BM&F recebe, a partir de 4 de outubro, a mostra Grupo Santa Helena. Serão 62 obras expostas, a maioria óleo sobre tela, além de objetos utilizados pelos nove artistas que fizeram parte desse grupo: Aldo Bonadei; Clóvis Graciano; Manoel Martins; Fulvio Pennacchi; Francisco Rebolo Gonsales; Alfredo Rizzotti; Humberto Rosa; Alfredo Volpi; e Mario Zanini.O Grupo Santa Helena, cuja formação começou em 1935, foi uma união informal de artistas, que utilizavam salas do chamado Palacete Santa Helena, prédio de número 43 na Praça da Sé, Centro de São Paulo. O local foi demolido em 1971 para a construção da Estação Sé do Metrô. Embora não tenha sido considerada uma escola ou movimento, o grupo tinha em comum algumas características, como a origem - imigrantes ou descendentes de imigrantes -, a necessidade de manter outra atividade profissional - eram pintores de parede, professores, etc -, por isso também chamados de artistas proletários, e a busca pelo aprimoramento da técnica.A mostra, que tem curadoria de Luzia Portinari Greggio, será aberta para convidados no dia 4 de outubro, e fica até 2 de dezembro, encerrando a programação do Espaço Cultural BM&F para 2005.O Espaço Cultural BM&F, que ocupa o hall de entrada da Bolsa de Mercadorias & Futuros, no Centro, fica aberto de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, com entrada franca.Para quem gosta, e deseja conhecer obras de artistas que integravam o Grupo Santa Helena, basta procurar os seguintes endereços:Alfredo RizzottiAldo BonadeiAlfredo VolpiClóvis GracianoFulvio PennacchiHumberto RosaManoel MartinsMário ZaniniFrancisco Rebolo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.