Blair é criticado por passar férias em mansão de pop star

O gabinete do primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, tentou justificar o fato de o dirigente ter resolvido passar suas férias na mansão do pop star Robin Gibb, nos Estados Unidos, afirmando na quinta-feira que o líder britânico havia pagado por sua estadia.Políticos conservadores da Grã-Bretanha e jornais criticaram Blair por ter decidido passar suas férias de final de ano na luxuosa mansão do membro do Bee Gees, na Flórida, exigindo saber se os contribuintes britânicos estavam pagando pela viagem ou se o premiê era convidado do músico.O diário The Daily Mail estampou a história em sua primeira página sob o título: "Desavergonhado".O gabinete do premiê não quis divulgar detalhes sobre a estadia do dirigente nos EUA, mas uma porta-voz afirmou haver um "acordo comercial de caráter privado" a respeito da questão.Segundo o Daily Mail, a mulher de Gibb, Dwina, disse que o casal nem tinha pedido dinheiro de Blair e nem tinha aceitado dinheiro do premiê, que passaria, ao lado da sua mulher, Cherrie, e dos três filhos do casal, alguns dias na mansão à beira-mar avaliada em 10,2 milhões de dólares.Uma casa semelhante custaria até 78.500 dólares por semana para alugar.Vários jornais disseram que a viagem havia alimentado rumores sobre um possível conflito de interesses já que Gibb havia feito pressão junto a ministros britânicos para prorrogar o tempo de validade dos direitos autorais na Grã-Bretanha, permitindo aos artistas faturarem por mais tempo com suas criações.A polêmica em torno da viagem aparece no momento em que Blair enfrenta um escândalo envolvendo a captação irregular de fundos por seu partido, o Trabalhista.A polícia britânica interrogou o premiê neste mês em uma investigação sobre acusações de que vagas na câmara alta do Parlamento haviam sido concedidas em troca de empréstimos para a legenda dele.Blair está à frente do governo há mais de nove anos, mas disse que deixará o cargo em 2007. Nos últimos anos, o dirigente perdeu apoio junto à população britânica devido a seu apoio à guerra no Iraque e devido a escândalos envolvendo o governo.Ricos e famososNão é a primeira vez que o premiê recebe críticas por passar férias ao lado de ricos e famosos.Blair hospedou-se várias vezes na mansão do cantor Cliff Richard em Barbados e visitou a vila do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi na Sardenha.O premiê já realizou doações a entidades assistenciais para cobrir os custos da hospitalidade recebida.O parlamentar conservador Chris Grayling afirmou ao jornal The Daily Telegraph que as férias de Blair levantavam dúvidas sobre o comportamento do premiê. "Precisamos de detalhes bastante claros sobre quem está pagando essa viagem e sobre se ela está saindo de graça", disse.A visita de Blair à Flórida só veio a público devido a um susto envolvendo o avião dele, no aeroporto de Miami. O Boeing 747 no qual estavam o premiê e sua família perdeu a saída da pista de pouso ao chegar de Londres, na terça-feira, fazendo com que veículos de equipes de emergência se dirigissem até o aparelho.O jornal The Sun publicou a história das férias em sua primeira página sob o título "Stayin´ Alive" (mantendo-se vivo), título de um sucesso dos Bee Gees nos anos 1970.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.