Bisneta do compositor Wagner morre aos 71 anos

Iris Wagner, bisneta do compositor Richard Wagner, morreu em Berlim na quinta-feira aos 71 anos, após lutar longamente contra uma doença, disse sua família ao jornal diário Nordbayerischer Kurier.

Reuters

10 de janeiro de 2014 | 20h14

Nascida em Bayreuth, na Alemanha, em 1942, ela era filha de Wieland Wagner, que com seu irmão Wolfgang liderou o Festival de Bayreuth, dedicado a obras de Wagner, após a Segunda Guerra Mundial.

Pintora, fotógrafa, cineasta e tradutora, Iris foi do conselho de curadores da Fundação Richard Wagner, formada em 1973 para supervisionar o espólio do compositor.

Ela ficou principalmente no fundo das disputas familiares pelas quais o clã Wagner é famoso, mas nos últimos anos Iris criticou a fundação por seu processo de tomada de decisão.

Iris se opôs aos planos para expandir o Museu Richard Wagner, que fica na Wahnfried House, onde Wagner cresceu, e as reportagens na época revelaram que ela bloqueou os planos para um café e uma loja de presentes perto do túmulo do compositor, que fica atrás da casa.

(Reportagem de Monica Raymunt)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEWAGNERMORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.