Bio traz talk show produzido por Demi Moore

Imagine um programa de entrevistas que em três episódios consegue elencar gente como Jane Fonda, Lady Gaga, Gwyneth Paltrow, Miley Cyrus, Eva Longoria, Kelly Preston, Alicia Keys e Kirsten Gillibrand, senadora de Nova York? Quando a produtora do programa é uma certa Demi Moore, isso é bem possível. O canal Bio põe no ar aqui, a partir de 16 de outubro, a primeira temporada do Papo de Mulher - e não de mulherzinha, bem entendido. O projeto foi criado e desenvolvido pela ex-Srª Bruce Willis e Ashton Kutcher, ao lado da amiga e fotógrafa Amanda de Cadenet. A ideia é expor as fragilidades e inseguranças de mulheres aparentemente muito fortes. As conversas são gravadas nas casas das entrevistadas.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2012 | 03h09

16% é a estimativa do setor de TV paga para o volume de assinantes que já vê TV em alta definição, apesar de todos os esforços dessa indústria em baixar custos para incentivar o consumo do HD.

'Istambul reúne gente moderna com pessoas que seguem à risca o islã' Alexandre Nero sobre a Turquia de Salve Jorge à revista virtual da Globo sobre a nova novela das 9

A Record News anuncia para as 23h de hoje a exibição da entrevista que Barack Obama concedeu a David Letterman na semana passada.

Ainda sem mudar de canal, Heródoto Barbeiro evita lotar seu telejornal, na Record News, com reportagens policiais, menu principal da Record básica, que lhe fornece matéria prima. Por isso, sua equipe tem se desdobrado em produzir cenas próprias, a fim de contemplar outros assuntos.

O SBT vai espichar Carrossel até onde for possível. Os contratos do elenco já foram renovados por mais de uma vez e, até segunda ordem, ninguém tem previsão de quando estará liberado para outros trabalhos. O compromisso atual vai até dezembro.

De Pai para Filho, novo filme de Breno Silveira, sobre Luiz Gonzaga, terá algumas cenas antecipadas pelo Fantástico – o longa estreia nos cinemas em 26 de outubro. As imagens estarão no docudrama que o programa lança na próxima edição.

O docudrama em tributo ao centenário de Gonzagão no Fantástico tem direção de George Moura e mescla cenas de dramaturgia e vida real do rei do baião, em quatro episódios de oito minutos cada.

Foi com alívio que o pessoal da Central Globo de Jornalismo recebeu a promoção de Silvia Faria para a direção geral do setor e de Erick Bretas para o seu lugar, na direção executiva da CGJ. Ambos são razoavelmente queridos.

Uma corrente na Band vê coincidência entre a queda de audiência da emissora, de modo geral, e as críticas de José Luiz Datena ao Ibope. Oficialmente, ainda não há um diagnóstico para o caso.

Prêmio Tim Lopes de Jornalismo, a série que percorreu 4 mil Km para denunciar a exploração sexual infantojuvenil em áreas canavieiras em Mato Grosso do Sul irá ao ar de hoje a sexta no Canal Rural, às 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.