"Bilhete" volta ao cartaz em SP

Em uma decadente estação de tremabandonada pelo tempo, duas mulheres, em uma plataforma vazia,se encontram. Uma é jovem, a outra, uma senhora. Durante 50minutos essas personagens debatem sobre a vida, sobre os sonhos,buscas e realizações. Bilhete, peça de Marici Salomão, sob adireção de Celso Frateschi, atual secretário da Cultura domunicípio, volta à cidade. Desta vez, o palco escolhido foi o doCentro Cultural São Paulo.Para essa temporada, as atrizes Nádia De Lion e RenataAiroldi, trazem à tona diferentes maneiras de lidar com o tempo,mais do que o simples embate entre o velho e novo. "Quisdestacar a relação da percepção do tempo na velhice e najuventude. O público tem abertura para escolher se são duaspersonagens, ou o encontro de uma mulher com ela mesma", dizMarici.Na plataforma, a mais jovem aguarda o trem que a levarápara uma cidade ainda menor do que aquela em que ela está,ansiosa para se encontrar com uma amiga doente. A moça soube daenfermidade após o recebimento de um bilhete. A velha utiliza aplataforma como cenário para os seus passeios. "A peça possuitempo, espaço e ação, tudo claro e definido. As cenas ocorrem emtempo real, sem elipses ou saltos, um desafio para o ator queprecisa manter o interesse de seu personagem durante os 50minutos de espetáculo. O espaço é a estação ferroviáriadecadente, que pode ser uma metáfora da maneira como nosabandonamos, nos deixamos de lado, e, por fim, o encontro querevela a busca por ideais."Marici também trabalha com o duplo. "Elas discutem arealização e a questão do abandono. De viver ou simplesmente dever a vida passar. Posso dizer que tenho uma velha e uma novadentro de mim, quis discutir o que acontece caso elas seencontrem." A direção de Celso Frateschi deu um toque poético aBilhete.Para a atriz Nádia De Lion, que interpreta a personagemvelha, a peça é rica em sutilezas. "A Marici trata, comdelicadeza, sensibilidade e até mesmo um certo humor momentosdistintos da vida. Como se ela abrisse as portas do sonho dentroda realidade."Nádia, que também produziu a peça, realizou algumasmodificações em sua personagem em relação à primeira montagem."Carolina Miranda interpretava o papel da jovem. No entanto,nessa temporada, ela não pôde participar e convidamos RenataAiroldi para o papel. Fiz algumas adaptações a partir dainterpretação de Renata. Também repensei o meu papel, pudeestudar e amadurecer", afirma.Renata foi escolhida por adaptar-se à personagem, comjeito de menina e densidade dramática. "Fiquei encantada com otexto, que aparentemente é simples, mas discute questões íntimasdo ser humano. Um projeto bonito, que mistura profundidade compoesia." Para elaborar sua personagem, a atriz contou com oapoio de Frateschi e Nádia. "Juntos, pensávamos como aquelamoça estava se sentindo, por que estava ali, enfim, trabalhamosas sensações, para depois dar uma forma. Fizemos várias leiturase repetimos muitas vezes algumas cenas até alcançar um bomresultado."A atriz formada em artes cênicas pela Unicamp mergulhouno texto e dedicou-se integralmente ao projeto. "Foi uma buscainterior, para depois apresentar o resultado. Durante o processode criação muitas descobertas me surpreenderam e meemocionaram." No currículo, trabalhos ao lado de Renato Cohen,Neide Veneziano e atuação na mostra Cemitérios de Automóveis, organizada por Mário Bortolotto, no CCSP.Para este ano, as atenções de Renata Airoldi voltam-separa o cinema. Além de acompanhar a exibição de Cama de Gato, de Alexandre Stockler, em diversos festivais, ela pretendeinvestir na atuação em curtas e longas. "Vou para Nova York equem encerrará a temporada de Bilhete será a Carolina. Pretendoacompanhar ao máximo o filme nos festivais e quero me aprofundarmais nessa linguagem."Bilhete. Drama. De Marici Salomão. Direção CelsoFrateschi. Duração: 50 minutos. Sexta e sábado, às 21 horas;domingo, às 20 horas. R$ 10,00. Centro Cultural São Paulo - SalaPaulo Emílio Salles Gomes. Rua Vergueiro, 1.000,em São Paulo,tel. 3277-3611. Até 16/2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.