Bienal do Mercosul anuncia curadores da 7.ª edição

Proposta da argentina Victoria Noorthoorn e do chileno Camilo Yáñez foi escolhida entre 67 concorrentes

Da Redação,

26 de junho de 2008 | 19h16

A Bienal do Mercosul anunciou os curadores da 7ª edição do evento, que ocorrerá entre setembro e novembro de 2009 em Porto Alegre. Os escolhidos foram a argentina Victoria Noorthoorn e do chileno Camilo Yáñez. A proposta da dupla foi escolhida após um processo aberto de seleção em âmbito internacional, que recebeu 67 propostas. Victoria Noorthoorn, 37 anos, já foi coordenadora de projetos do International Program do MoMA e curadora do Drawing Center de NY e do Malba da Argentina, entre outras atividades. Já Camilo Yáñez, 34 anos, é artista visual e curador. O projeto deles prevê uma equipe curatorial formada por artistas. O processo para escolha do curador-geral da Bienal do Mercosul começou em março e recebeu, durante 20 dias, 67 cartas-propostas de 74 candidatos de 24 países - Alemanha, Angola, Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Colômbia, Dinamarca, Espanha, EUA, França, Holanda, Inglaterra, Itália, México, Paraguai, Porto Rico, Portugal, Suíça, Suécia, Uruguai, Venezuela, Guatemala e Polônia.

Tudo o que sabemos sobre:
Bienal do Mercosul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.