Bienal de SP anuncia lista de artistas da 29ª edição

Com 148 participantes e orçamento de R$ 30 mi, a mostra será três vezes maior do que a do ano passado

AE, Agência Estado

02 de junho de 2010 | 09h37

A Fundação Bienal de São Paulo anunciou ontem os nomes dos artistas convidados a participar da 29ª edição do evento, que ocorrerá entre 25 de setembro e 12 de dezembro. Com 148 participantes e orçamento de R$ 30 milhões, a mostra, este ano, terá uma dimensão três vezes superior à da 28ª Bienal, de 2008. E parece ter superado a crise financeira e institucional dos últimos anos.

Reiterando que o tema central da exposição será a relação entre arte e política - representada pelo verso do poema de Jorge de Lima "Há Sempre Um Copo de Mar para Um Homem Navegar" -, Moacir dos Anjos, que divide a curadoria com Agnaldo Farias, afirmou que a intenção não é reforçar um entendimento já consolidado e produzido por outras áreas, mas "mostrar como a arte gera conhecimento sobre o mundo". 

 

Outro ponto importante destacado durante a entrevista coletiva foi a ênfase dada pelo projeto à produção artística brasileira e latino-americana. "Isso é fruto do entendimento de que não nos conhecemos muito bem", acrescentou Moacir dos Anjos. Na lista, cerca de um terço dos participantes é de nacionalidade brasileira.Além dos 148 artistas anunciados ontem, a Bienal, este ano, terá ainda seis núcleos temáticos do qual participarão artistas e intelectuais e onde ocorrerão atividades variadas nos campos da linguagem, música, poesia, cinema, performances e discussões sobre problemas da metrópole. São eles: O Outro, O Mesmo, desenvolvido pelo arquiteto Carlos Teixeira; A Pele do Invisível, a cargo do esloveno Tobias Putrih; Dito, Não Dito, Interdito, criado por Roberto Loeb e Kboco; Eu Sou a Rua, planejado por UN Studio, de Amsterdã; Longe Daqui Aqui Mesmo, produzido por Marilá Dardot e Fábio Morais; e Lembrança e Esquecimento, de autoria de Ernesto Neto (este será um espaço para descanso). A programação desses espaços será diária e anunciada posteriormente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Brasileiros em destaque:

Albano Afonso;

Alice Miceli;

Amelia Toledo;

Anna Maria Maiolino;

Antonio Manuel;

Artur Barrio;

Carlos Vergara;

Cildo Meireles;

Efrain Almeida;

Ernesto Neto;

Gil Vicente;

Henrique Oliveira;

José Spaniol;

Leonilson;

Marcelo Silveira;

Matheus Rocha Pitta;

Miguel Rio Branco;

Mira Schendel;

Nuno Ramos;

Paulo Bruscky;

Rochelle Costi;

Rosangela Rennó;

Sara Ramo;

Tatiana Blass.

Estrangeiros em destaque:

Ai Weiwei (China);

Alfredo Jaar (Chile);

Allan Sekula (EUA);

Anri Sala (Albânia/Alemanha);

Apchatpong Weerasethakul (Tailândia);

Carlos Garaicoa (Cuba);

Chantal Akerman (Bélgica);

David Goldblatt (África do Sul);

Eduardo Navarro (Argentina);

Emily Jacir (Palestina);

Francis Alys (Bélgica/México);

Harun Farocki (Alemanha);

Ilya Kabakov (Rússia);

Jacobo Borges (Venezuela);

Joseph Kosuth (EUA);

Marlene Dumas (África do Sul);

Marta Minujin (Argentina);

Miguel Angel Rojas (Colômbia);

Nan Goldin (EUA);

Steve McQueen (Inglaterra);

Superstudio (Itália);

Tacita Dean (Inglaterra);

Wilfredo Prieto (Cuba).

Tudo o que sabemos sobre:
BienalSPSusan Phillipsz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.