Bienal de Arquitetura divulga lista de projetos premiados

O primeiro lugar ficou com "O Novo Elevado", de José Eduardo Nascimento de Souza Alves e Juliana Corradini

30 de novembro de 2007 | 16h54

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) premiou na noite de quinta-feira, 29, no Porão das Artes, Prédio da Bienal, os vencedores da Exposição Geral de Arquitetos, da 7ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. Este ano, o tema da Bienal era a relação entre o público e o privado.  A comissão julgadora era composta pelos arquitetos brasileiros Renato Nunes e Paulo Henrique Paranhos, o dinamarquês, Henrik Valeur e os suíços Emanuel Christ e Cristoph Gantenbein. Confira os premiados Categoria Projetos Não-Executados: 1.º lugar - "O Novo Elevado", dos arquitetos José Eduardo Nascimento de Souza Alves e Juliana Corradini2.º lugar - "Reurbanização Moóca Ipiranga", dos arquitetos Fernanda Bárbara, Cristiane Muniz, Fabio Valentim e Fernando Viegas Categoria Obra Construída:1.º lugar - "Museu Rodin", na Bahia, dos arquitetos Marcelo Ferraz e Francisco Fanucci2.º lugar - "Programa Praça Escola", realizado pela Prefeitura de Nova Iguaçu e pelos arquitetos Washington Fajardo, Adriana Sansão Fontes, Pedro Évora e Raul Bueno A. Silva Menções Honrosas:"Residência na Vila Romana", dos arquitetos Milton Liebentritt de Almeida Braga, Fernando de Mello Franco e Marta Moreira"Estúdio Fotográfico", do arquiteto André Vainer"Residência Pouso Alto", dos arquitetos Newton Massafumi Yamato e Tânia Regina Parma"Casa em Santa Tereza", de Angelo Bucci  Categoria Projetos Propositivos/Conceituais:Segundo decisão da Comissão Julgadora, nenhum dos projetos expostos atingiu as características necessárias e, portanto, não houve premiação neste segmento, que exigia "abordagem complexa, com extrema dimensão no campo da reflexão dos fundamentos da arquitetura e do urbanismo".  Apenas seis trabalhos foram apresentados para a disputa na categoria, o que causou surpresa entre os membros do júri.

Tudo o que sabemos sobre:
Bienal de Arquitetura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.