Biblioteca do Vaticano entra na era da Internet

Fundada em 1475, biblioteca começa a digitalizar seus 80 mil manuscritos religiosos

EFE,

29 de março de 2010 | 09h18

A Biblioteca Apostólica do Vaticano, fundada em 1475, começou a digitalizar seus 80 mil manuscritos religiosos em um projeto que deverá levar dez anos para ser concluído, informou ontem o responsável pela Biblioteca, Cesare Pasini.

 

Esta será a primeira vez que todos os manuscritos serão fotografados para serem disponibilizados na internet. Ao todo serão 40 milhões de páginas, todas em alta definição.

 

A biblioteca abriga 1,6 milhões de textos e 80 mil manuscritos. Entre suas joias destacam-se o antigo Codex Vaticanus, o mais completo códice da Bíblia grega, ou a "Topografia cristã", desenhada por Cosma Indicopleuste, em 518, primeiro geógrafo cristão, que descrevia a terra perfeitamente plana e unida ao céu por suas bordas.

Tudo o que sabemos sobre:
Biblioteca do Vaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.