Beyoncé terá que usar roupas comportadas em show na Malásia

Organizadores pedem que cantora 'se cubra' ao se apresentar na capital do país muçulmano

Efe,

03 de setembro de 2007 | 11h09

Os organizadores do show de estréia de Beyoncé em Kuala Lumpur, capital da Malásia, pediram que a cantora americana se cubra durante a apresentação, em novembro. O presidente de Pineapple Concerts, Ahmad Razali, disse que o concerto será feito como previsto, mas a artista deverá "deixar menos partes do corpo expostas". Beyoncé, de 25 anos e vencedora de um prêmio Grammy, é conhecida tanto pela voz potente quanto pelas roupas ousadas que usa nos shows. Em agosto, a americana Gwen Stefani, ex-vocalista da banda No Doubt, teve que se submeter às normas morais dos grupos islâmicos da Malásia. Eles exigiram que o governo cancelasse a apresentação pela imoralidade do figurino. Gwen Stefani cantou no dia 21 de agosto em Kuala Lumpur, parte de uma turnê pela Ásia, com roupas comportadas, como exigido pelos grupos muçulmanos.

Tudo o que sabemos sobre:
BeyoncéMalásia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.