Luciana Prezia/AE
Luciana Prezia/AE

Bethy Lagardère, ícone de elegância expõe suas peças

No 3.º andar do Pavilhão da Bienal, uma mostra de roupas de alta-costura do guarda-roupa da socialite mineira

Da Redação,

16 de junho de 2009 | 20h14

Durante os sete dias de ‘SPFW’, o terceiro andar do prédio da Bienal abrigará uma exposição chiquérrima (somente para os convidados do evento), com as peças de alta-costura do guarda-roupa da socialite mineira Bethy Lagardère. Ela, que está na lista de personalidades que serão homenageadas na semana de moda, é considerada uma das mulheres mais elegantes do mundo.

 

Viúva do empresário francês Jean Luc Largardère, Bethy sempre conviveu com os costureiros mais importantes do Planeta e, por isso, tem um armário recheado de peças de Yves Saint Laurent, Karl Lagerfeld (para Chanel e para sua marca própria), Jean Paul Gaultier, Dior, Pierre Cardin. "Ela é uma pessoa que viveu e vive a moda como ninguém e tem uma coleção de peças de alta-costura sem igual. Conviveu e convive com os maiores criadores de nosso tempo. É um ícone no Brasil e na França", acredita Paulo Borges, criador e diretor da SPFW.

 

Além das roupas, será apresentado um documentário que conta um pouco mais de sua história. Após o evento, a exposição ficará por 15 dias no shopping Iguatemi para todos que interessados possam apreciar de pertinho as criações dos gênios da moda.

Tudo o que sabemos sobre:
spfw

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.