Bertolucci, De Palma e o Bicho, ótimos

No Ritmo da Dança

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2012 | 03h07

16H05 NA GLOBO

(Dance With Me). EUA, 1998. Direção de Randa Haines, com Vanessa Williams, Chayanne, Kris Kristofferson, Jane Krakowski, Beth Grant, Harry Groener.

Tem gente que até hoje tenta entender como a Academia de Hollywood foi louca de dar o Oscar de melhor atriz para Marlee Matlin, por Os Filhos do Silêncio. O filme, de qualquer maneira, é o mais famoso da diretora Haines, apesar do Emmy que ganhou pelo telefilme Amelia. Aqui, ela dirige o astro cubano Chayanne como faxineiro que se envolve com a professora de dança Vanessa Williams. Adivinhe se, além de se apaixonar, eles não vão ganhar algum concurso. Reprise, colorido, 126 min.

Terror na Antártida

22H30 NO SBT

(Whiteout). EUA, 2009. Direção de Dominic Sena, com Kate Beckinsale, Gabriel Macht, Columbus Short, Alex O'Loughlin.

Kate Beckinsale faz agente federal que investiga assassinato na Antártida. É preciso desenterrar segredos escondidos no gelo, porque o criminoso, rapidamente, põe-se no seu encalço. O diretor Sena veio da publicidade e estreou com Kalifornia, com Brad Pitt como serial killer. Depois, foi caindo cada vez mais no lugar-comum com veículos de ação para Nicolas Cage, John Travolta, etc. Reprise, colorido, 101 min.

A Corrida pelo Carro do Futuro

0H NA CULTURA

(Backlight: The Race for the Future Car). Holanda, 2008. Direção de Martin Kieft.

Com o aumento das temperaturas e dos preços dos combustíveis - o aquecimento global vai atingir de forma desastrosa as capitais brasileiras ainda neste século, era a manchete de ontem do portal Estado -, o documentário discute o modelo de carro ecológico que deveria ser adotado (mas no qual as operadoras não parecem interessadas). Interessante. Reprise, colorido, 48 min.

TV Paga

O Espadachim de Siena

15H35 NO TCM

(La Congiura dei Doci/The Swordsman of Siena). Itália/França, 1962. Direção de Baccio Bandini, com Stewart Granger, Sylva Koscina, Christine Kaufman, Ricardo Garrone, Michele Lupo.

Saudades de Scaramouche? Stewart Granger já estava em fim de carreira quando retomou a espada nesta aventura ítalo/francesa sobre espadachim contratado para proteger a noiva de um governante, mas que se une a rebeldes justamente para depor o cara. Sylva Koscina era uma das belas do cinema italiano na época. Reprise, colorido, 95 min.

Bicho de Sete Cabeças

16H30 NO CANAL BRASIL

Brasil, 2000. Direção de Laís Bodanzky, com Rodrigo Santoro, Cássia Kiss, Othon Bastos, Jairo Mattos, Caco Ciocler, Gero Camilo, Gustavo Machado.

Podem ter surgido filmes melhores, mas há 12 anos, dentro daquilo que na época se chamava de Retomada (do cinema brasileiro), Bicho foi muito importante. Laís Bodanzky e seu marido roteirista, Luis Bolognesi, basearam-se no livro O Canto dos Malditos, de Austregésilo Carrano, ao qual tiveram acesso quando ela pesquisava sobre o sistema manicomial do País. É a história do jovem Neto, pego pelo pai com um cigarro de maconha. O velho, duro na queda, o envia para uma temporada no inferno, tomando choques e bordoadas em hospitais psiquiátricos. Rodrigo Santoro é extraordinário, no papel que revelou, por trás do astro global, o ator. Reprise, colorido, 88 min.

Os Sonhadores

0H15 NO TELECINE CULT

(The Dreamers). Inglaterra/Itália/França, 2003. Direção de Bernardo Bertolucci, com Michael Pitt, Eva Green, Louis Garrel, Robin Renucci.

Começa quando jovem norte-americano em Paris se une aos protestos contra a destituição de Henri Langlois da Cinemateca Francesa, em 1968. Ele conhece um casal de irmãos e eles o iniciam num mundo de cinefilia, e também de jogos de sexo (e incesto). Um belíssimo filme de Bertolucci, com cenas que evocam o célebre Maio de 68 (o ano que nunca termina). Eva Green, bela e misteriosa, e Louis Garrel, com seu perfil romântico, roubam o filme de Michael Pitt. Bertolucci, atualmente em cadeira de rodas, deve mostrar no Festival de Cannes, que começa na semana que vem, seu novo longa - Io e Te, Eu e Tu. Reprise, colorido, 115 min.

Os Intocáveis

1H15 NO TCM

(The Untouchables). EUA. Direção de Brian De Palma, com Kevin Costner, Sean Connery, Charles Martin Smith, Andy Garcia, Robert De Niro, Patricia Clarkson.

Depois de se inspirar, durante anos, no mestre do suspense Alfred Hitchcock, o diretor De Palma voltou-se para outras referências. Seu Scarface, com Al Pacino, consegue ser melhor que o de Howard Hawks e sua versão do seriado de TV Os Intocáveis encerra uma belíssima homenagem à cena da escadaria de Odessa do clássico O Encouraçado Potemkin, de Sergei M. Eisenstein. Kevin Costner, num de seus melhores papéis, é Elliott Ness, que forma brigada especial - os intocáveis do título - para combater o gangsterismo em Chicago, nos anos 1920. De Niro cria um Al Capone 'monstruoso' e Sean Connery, que ganhou o Oscar de coadjuvante, tem uma cena admirável com Ness/Costner, a da ponte. Um filmaço. Reprise, colorido, 119 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.