Benetton faz doação e encerra disputa com Vaticano por propaganda

A empresa italiana Benetton concordou em fazer uma doação a uma instituição de caridade católica para encerrar uma disputa legal com o Vaticano por causa de um anúncio que mostrava o papa Bento 16 beijando na boca de um imã, informou o Vaticano na terça-feira.

PHILI, REUTERS

15 de maio de 2012 | 17h02

O padre e porta-voz Federico Lombardi disse que o Vaticano obteve uma vitória moral, alcançando seu objetivo de defender a imagem do papa através de meios legais.

A companhia prometeu não veicular mais nenhuma das fotomontagens e que tentará evitar o uso da imagem por terceiros, afirmou Lombardi. A imagem, no entanto, ainda estava disponível na Internet na terça-feira.

A fotomontagem do papa fazia parte de uma campanha de publicidade da empresa chamada UNHATE, que usa a imagem de uma série de líderes mundiais. O presidente dos EUA, Barack Obama, apareceu beijando o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

O tamanho da doação da empresa não foi especificado. O Vaticano informou que a Benetton também prometeu não usar a imagem do papa no futuro sem permissão.

A empresa não foi comentou o caso na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
MIDIAVATICANOBENETTON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.