Benedito Ruy Barbosa quer recuperar "Pantanal"

Os originais da novela Pantanal estão se deteriorando nos arquivos da extinta TV Manchete, no Rio. Quem denuncia é Benedito Ruy Barbosa, autor da minissérie Mad Maria e outros clássicos da teledramaturgia, como Cabocla, Terra Nostra. "Estou disposto a cuidar pessoalmente desses originais, que estão mofando em uma sala qualquer no Rio, mas soube que, por problemas jurídicos, os arquivos não podem ser retirados por ninguém", diz. "É uma lástima. Estou desolado. Esta é uma das obras mais importantes da minha carreira", diz Benedito. Pantanal foi marco na teledramaturgia brasileira. Foi a primeira vez em que a TV Manchete, que, até então brigava pelo segundo lugar com a Bandeirantes e o SBT, bateu a Globo em audiência, alcançando 40 pontos no horário nobre. A história de José Inocêncio e Juma Marruá foi vendida para vários países."Foi preciso eu sair da Globo para realizar o sonho de ver Pantanal na TV, mas voltei vitorioso", comenta ele. Benedito quebrou o paradigma da época, quando até então os núcleos das novelas brasileiras se restringiam a São Paulo e Rio, levando para o Pantanal Mato-Grossense o olhar do telespectador brasileiro, que se viu às voltas com a história de uma família (quase) comum da região. Sua estréia ocorreu em 1990 (e foi reprisada em 1992 e 1998), sob o comando de Jayme Monjardim, que acabou se tornando um dos principais diretores de TV da atualidade. Benedito não conseguiu produzir Pantanal na Globo, pois os diretores queriam filmá-la em uma fazenda paulista ou outro cenário para baratear a produção, pois era considerada cara e de risco. Ele não aceitou e, quando foi convidado por Monjardim a levar Pantanal para a Manchete, decidiu apostar. "Agora, se houver alguma maneira de tirar os originais do arquivo da Manchete, estou disposto até a pedir ajuda à Globo, que tem condições de conservar as fitas em seus arquivos. Acho que seria atendido." Contactada, a Rede TV! informou que não tem responsabilidade sobre os arquivos da TV Manchete.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2005 | 11h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.