Ben Harper volta para lançar novo disco

Menestrel pop do blues sussurrado, Ben Harper volta ao Brasil pela segunda vez este ano com uma turnê que passa por seis cidades do País, a começar hoje, por Porto Alegre (em São Paulo o show será na próxima sexta-feira, no Via Funchal). A novidade é que entre as duas vindas o cantor lançou Give Til It's Gone, o 11.º álbum de uma carreira que completa 20 anos em 2012.

ROBERTO NASCIMENTO , O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2011 | 03h07

A média ilustra a constância de sua música, que já não tem mais o brilho juvenil dos primeiros discos, mas também não afrouxou para algo que indique o fim de carreira. Quando não morrem cedo, bluesmen tendem a envelhecer bem. E o fato é que Ben Harper cozinha seu arroz com feijão de blues intimista e politizado com a competência de sempre. Sua voz está mais calejada. Quebra nos registros superiores e veste a música com uma fragilidade pertinente à temática das canções, que, em geral, gira em torno de variantes da superação, do messianismo popularesco de Bob Marley, ao ativismo de Marvin Gaye - tudo amplificado pela catarse gospel. Em seus 20 anos de carreira, os próprios títulos dos discos ilustram isso.

Há Fight For Your Mind (Lute Pela Sua Mente), The Will To Live (Ganas de Viver) e There Will Be A Light (Haverá Luz), entre outros. A proposta do novo trabalho Give Til It's Gone, não é diferente. A canção I Will Not Be Broken (Eu Não Serei Quebrado) é uma das que apelam à superação. Nas palavras do próprio cantor, em entrevista ao Estado concedida em novembro, "as canções do novo disco seguem a linha do que eu sempre tenho feito. É blues e gospel moderno. Há algumas alterações na produção, mas não é que eu enveredei pelo drum n' bass ou pelo techno".

Como acontece em I Will Not Be Broken, as pregações de Harper são muitas vezes exageradas e óbvias, como cenas de um canal evangélico. Mas os tons de azul lavado que tingem sua música conseguem equilibrar isso e, ao vivo, compõem um bom show acústico.

A turnê começa hoje em Porto Alegre, segue pra Florianópolis (4), Belo Horizonte (6), Brasília (7), São Paulo (9) e encerra-se no Rio, no outro domingo (11). O show em São Paulo terá participação especial da cantora Vanessa da Mata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.