Bem que podia ser mais divertido

Como ideia, não é original. A mistura de western com ficção científica já estava em As Loucas Aventuras de James West, de Barry Sonnenfeld, em 1999. E Cowboys e Aliens, que estreia hoje, baseia-se numa HQ - concebida por Scott Mitchell Rosenberg (e publicada em 2006). Como o próprio título sugere, são dois filmes em um. O melhor é o western.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2011 | 00h00

Começa de forma tradicional, na paisagem e nos personagens. Daniel Craig não é o primeiro mocinho desmemoriado da história do Velho Oeste. O estranhamento vem de outra coisa, daquela estranha pulseira que ele usa - e que vai ligá-los aos alienígenas, quando eles aparecem sequestrando pessoas no Wild West.

Duas histórias - Daniel Craig chega à cidadezinha dominada por Harrison Ford. James Bond contra Indiana Jones? Os atores, sim, mas não os personagens. O desmemoriado, como (quase) sempre ocorre, age por instinto e é assim que descobre o poder de fogo da estranha pulseira que será usada contra os ETs.

A pergunta que não quer calar - dá para se divertir em Cowboys e Aliens? Com certeza, daria mais se o diretor Jon Favreau tivesse achado o tom certo para sua história. Pelo tom, entenda-se, especificamente, o humor. Cowboys e Aliens deveria ser mais divertido para funcionar. Como está são dois filmes (mais ou menos) sérios que não dialogam muito bem entre si. Mal comparando, o estranhamento, ou a bizarrice, não diferem muito de Um Drink no Inferno, de Robert Rodriguez (e Quentin Tarantino), quando aqueles vampiros irrompem na história dos fugitivos.

O elenco é bom - e Harrison Ford exagera na caricatura, embora seu vilão de western termine, como se imagina, sendo um dos heróis da guerra contra os ETs. O ator e diretor Jon(athan) Favreau, além da franquia Homem de Ferro, já cultivou a ficção científica em Zathura, Uma Aventura Espacial. O que seria o aspecto mais interessante de Cowboys e Aliens termina negligenciado. Pois a verdade é que a conquista do Oeste foi um ato de dominação dos colonos brancos contra os índios, nativos da região. Os ETs, por sua vez, querem dominar a Terra. Índios e pistoleiros unem-se contra eles. O filme é uma fantasia conciliatória, mas na tela os gêneros não se conciliam.

COWBOYS & ALIENS

Direção: Jon Favreau.

Gênero: Ficção científica.

(EUA/ 2011, 118 minutos).

Censura: 12 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.